Respostas

2013-08-27T17:35:35-03:00
A partir deste entendimento é que o pensamento de Marx e Engels concebe a Ideologia como um instrumento encarregado de ocultar as divisões de classe e, portanto, que age no sentido manter a ordem social sem necessariamente a utilização da força coercitiva em todos os momentos.É compreendendo a concepção de Ideologia que se desfazem as falsas consciências em relação ao véu democrático do Estado burguês moderno. A tripartição dos poderes e o regime de “democracia republicana” não rompem com a estrutura do Estado na sua concepção marxista, mas tratam apenas de encobrir o seu caráter de opressão de classe na medida em que propagandeiam um “controle social” sobre o aparato estatal que não se concretiza de fato.Embora sendo o Estado dividido entre Executivo, Legislativo e Judiciário e ainda que a sociedade – de maioria notável da classe trabalhadora – tenha a possibilidade de escolher seus representantes através do sufrágio, todo o processo de escolha dos legisladores e dos governos executivos é mantido sob o controle da própria burguesia na medida em que foi ela a edificar um Estado conforme seus interesses.Mas não apenas isto. Uma vez que o Estado é um poder organizado controlado pela classe social que detém a propriedade privada dos meios de produção – e, por conseguinte, o poder econômico da sociedade –, esta mesma classe social (a burguesia) detém, igualmente, não só todo o controle dos processos de representação, mas, sobretudo, o capital necessário para garantir que o seu projeto seja sempre vitorioso.