Respostas

2013-09-03T20:33:41-03:00
  Existem mais peixes no mundo em termos de número de espécies ou de indivíduos do que animais de qualquer outro grupo de vertebrado. Seu número total de indivíduos supera a soma de todos os indivíduos de todas as espécies vertebradas juntas, o que não deve causar surpresa uma vez que quase 80% da superfície da Terra é coberta por água.Os peixes e vertebrados semelhantes a peixes podem ser classificados em quatro classes:Agnatha: peixes desprovidos de mandíbula como ciclóstomos, lampréias e peixes-bruxa. Cerca de 50 espécies;Placodermi: peixes primitivos com mandíbulas;Chondrichthyes: peixes cartilaginosos como os tubarões, raias e quimeras. Cerca de 530 espécies;Osteichthyes: peixes ósseos ou peixes de nadadeiras raiadas. Cerca de 20.000 espécies.  Como grupo, os peixes apresentam tamanhos bastantes variados. O maior é o tubarão baleia, Rhineodon typus, que pode atingir mais de quinze metros de comprimento. O menor peixe conhecido é uma espécie de gobião encontrada nas Ilhas Filipinas, Pandaka pygmea, com um pouco mais de oito milímetros de comprimento. A maioria dos peixes se encontra no mar, sendo chamadas de peixes marinhos, mas há muitas espécies que são encontradas na água doce. Quando estas são estritamente confinadas `a água doce recebem a denominação de peixes primários de água doce. Outras espécies podem penetrar no mar ou em água salobra, por curtos períodos de tempo, e são chamadas de peixes secundários de água doce. Existem ainda, as espécies diádromas, que migram regularmente entre a água doce e salgada, em certos períodos de seu ciclo de vida, tais como o salmão do Pacífico e as enguias de água doce. Estima-se que 58,2% das espécies viventes de peixes são marinhas e 41,8% são de água doce. Destas, 33,1% são primárias, 8,1% são secundárias e 0,6% são espécies diádromas.  De todas estas espécies de peixes, cerca de 400 tem sido tradicionalmente mantidas em aquários e tanques como animais de estimação, sendo alguns acompanhado a própria história do mundo ocidental como no caso do Carassius auratus, o Kingio ou "peixinho dourado" que teve sua primeira citação de coloração vermelha no ano de 970. O sua criação era comum na China em 1500, sendo levados para Portugal algumas vezes durante o século seguinte e para a Holanda em 1728, tornando-se atualmente um dos mais populares peixes mantidos em aquários em todo o mundo. O Kingio original é vermelho-ouro na superfície dorsal, vermelho a dourado nos lados tornando-se bronze amarelado no abdome, e podem viver por até 30 anos. 
1 5 1