Respostas

2013-09-08T23:07:12-03:00
3.1    Fato social               Durkheim diz que os padrões da sociedade imperam sobre o indivíduo, ou seja, não é o indivíduo que age sobre a sociedade, mas sim a sociedade que age sobre o indivíduo. Émile Durkheim trabalha em cima do fato social para explicar o porquê da sociedade agir sobre o indivíduo.             Os fatos sociais são os modos de agir, pensar e sentir de um determinado grupo social. “O fato social é experimentado pelo indivíduo como uma realidade independente que ele não criou e não pode rejeitar, como as regras morais, leis, costumes, rituais (...)” (Colaboradores 2000, p.267).  Todo indivíduo acha que é livre, que pode ter um pensamento próprio, mas na realidade o seu pensamento vem das regras que a sociedade lhe impõe.             Para o fato social agir sobre o indivíduo, ou seja, lhe impor um padrão de comportamento, Durkheim usa três métodos para explicar como a sociedade influência no indivíduo, que são eles: os coercitivos, gerais e exteriores.             Coerção: age através das regras morais. São os padrões de comportamento que não estão escritos em lugar algum, que não é lei, não é código, que nada os obriga a fazer a partir de uma lei instituída, mas acaba acatando essa regra por costume (religião, família, cultura). Podemos citar como exemplo o respeito pelos pais, não existem leis que obrigam os filhos a fazerem tudo os pais pedem, mas eles fazem por uma questão que pode ser familiar ou cultural, como a mãe pedir para lavar a louça.             Geral: está presente em boa parte da sociedade, faz parte do processo histórico. A característica geral é comum a todos os membros de um grupo ou de sua maioria. Utilizaremos como exemplo a violência. O índice da criminalidade pode alterar aumentado ou diminuindo de acordo com os acontecimentos da sociedade.             Exterior: Independe da vontade do individuo, ele querendo ou não o fato social irá existir, ou seja, é exterior a ele, uma coisa que independentemente de sua vontade irá existir. Um exemplo de exterioridade é a escola. Ela existe independentemente da vontade do indivíduo, ela não é estabelecida pelo indivíduo. O indivíduo entra em determinado grupo social com suas regras e normas já estabelecidas, ele pode sair do grupo que essas continuaram as mesmas.