Respostas

2013-09-12T21:22:45-03:00
A ossificação dos ossos chatos do corpo humano chama-se ossificação intramembranosa.
A ossificação intramembranosa ocorre no interior de uma membrana de tecido conjuntivo, dando origem a ossos chatos, como os do crânio.
Inicialmente, o tecido conjuntivo mesenquimático torna-se bastante vascularizado e os grupos de osteoblastos que aí se diferenciam formam o osteóide, que é a matriz colagena descalcificada.
A calcificação da matriz dá origem a zonas ou pontos de ossificação e as células aí aprisionadas são agora osteócitos. Resultam assim laminas ósseas irregulares que aos poucos crescem e se fundem. Na face interna dos ossos cranianos, nota-se a atividade de muitos osteoclastos, reabsorvendo a matriz e permitindo o crescimento do cérebro. Simultaneamente, na face externa, os osteoblastos produzem mais matriz calcificada, mantendo a espessura do osso. Enquanto a ossificação não se completa, nos pontos de sutura da caixa craniana, persistem as “moleiras,” fontalenas, que são regiões ainda conjuntivas e, portanto, bastante flexiveis.
** Ao contrário do que acontece na ossificação endocondral, a cartilagem não está envolvida ou presente no processo.
Enquanto na ossificação endocondral ocorre o desenvolvimento ósseo do centro para as extremidades, na intramembranosa ocorre de forma diferente, partindo de núcleos de ossificação, que se expandem e se juntam ao longo do tempo     Fonte: Yahoo

4 5 4