Respostas

2013-03-30T12:35:26-03:00

No período entre guerras, a Europa vivia um período de crise econômica. Durante a Primeira Guerra, a indústria norte-americana se expandiu, tomando o lugar da Europa em muitos mercados de todo o mundo. Os países vencedores, como a França e a Inglaterra, conseguiram se reerguer sozinhos, mas a Alemanha ficou dependente dos capitais norte-americanos.

Ao fim da Primeira Guerra Mundial a Itália sentia-se vencida entre os vencedores, pois recebera menos do que desejava ao ter entrado na guerra ao lado da Entente.

A crise econômica e social foi agravada pelo desemprego, aumentando as greves e revoltas. O governo estava paralisado pela corrupção e pelas ações populares. É nesse contexto que o movimento fasci ganhou força. Um ex-militante socialista, chamado Benito Mussolini, fundou o primeiro fascio e liderou uma milícia de 50 mil camisas negra na marcha sobre Roma. 

Os fascistas queriam o retorno do grande poder  da Itália do Império Romano. Afirmavam que o Estado estava acima da sociedade e dos indivíduos e seu líder era o chefe supremo e onipotente, a cabeça do corpo nacional (corporativismo). A partir disso, o Estado passou a controlar a educação e censurou os meios de comunicação. A propaganda exaltava os valores fascistas. Em 1936, Hitler e Mussolini assinaram o Pacto Ítalo-Germânico, formando o Eixo Roma-Berlim.

Na Alemanha, muita coisa estava mudando. A Primeira Guerra Mundial levou ao fim da monarquia alemã com a abdicação do Kaiser e à criação de uma República social-democrática, conhecida como República de Weimar. A República não resolveu a miséria, o desemprego e o desejo de revancha provocado pela humilhação do Tratado de Versalhes. O ultranascionalismo e o revanchismo ganhavam milhares de adeptos desiludidos com a situação alemã. Esse foi o contexto favorável à propagnda do ideário nazista. O Partido Nazista foi criado por um grupo de sete homens na Baviera, sendo um deles Adolf Hitler. Hitler escreveu o livro Minha Luta, onde sistematizou a ideologia nazista.

Os nazistas estabeleceram um regime totalitário. A federação alemã foi extinta. O Estado passou a controlar com punho forte os meio de comunicações, a educação, a economia, as forças armadas e a política. Os judeus foram perseguidos, assim como os homossexuais, ciganos, comunistas e cristãos que não aceitavam aderir ao programa. Cerca de 5 milhões dos perseguidos foram exterminados nos campos de concentração.

 

Características do Fascismo:

- Nascionalismo

- Autoritarismo

- Anti-comunismo

- Anti-liberalismo

- Unipartidalismo

- Corporativismo

- Militarismo

- Expansionismo

- Imperialismo

 

Características do Nazismo:

- Anti-semitismo

- Racismo

- Pan-germanismo

- Nascionalismo

- Anti-comunismo

- Anti-liberalismo

- Revanchismo

- Unipartidalismo

- Corporativismo

- Expansionismo

- Imperialismo

 

 

Obs: Se baseie nisso para fazer o seu seminário. Resuma e elega os pontos principais. Não copie, entenda o conteúdo e faça sobre o seu conhecimento, pois assim que os melhores trabalhos são feitos.

1 5 1