Respostas

2013-09-27T02:13:13-03:00
Graças fontes de escritas, distantes cargos políticos e sacerdotais, assim como as hierarquias sociais que existiam no final do Pós-clássico: o halach ainic ( homem verdadeiro) era o chefe político supremo, com todas as facilidades e o cargo hereditário- No período clássico o Halach vinic deveria ser sambem sumo sacerdote, porém depois apareceu a diferença entre a autoridade ável sacerdotal.

O chefe supremo era assessorado por um conselho entregado pelos ahcuchcabado. Os chefes das aldeias eram os leotaboob, com funções cívis, religiosas, militares sacerdotais, estes, por sua vez tinham seu conselho.O chefe militar era o "el nacom", unica altoridade eleita, por um príodo de 3 anos.

Quatro funcionários eram os Kruleboob, encarregados das festas e os tupile ou guardiões.A sociedade Maia estava dividida em classes: a nobreza o almehenoob, a qual pertence o sacerdote, governantes, chefes guerreiros e comerciantes o oh chembal unicoob, contituido de artesãose trabalhadores, os escravos o pentacoob parte reduzido da população destinada principalmente o sacrifício, pois a sociedade Maia não se baseava na escravidão.

O grupo sacerdotal era, em realidade, de maior poder, pois além da autoridade religiosa tinha em suas mãos todo o conhecimento ciêntifíco, que eram o fundamento da vida da comunidade.

O sumo sacerdote se chamava ahau tan ( senhor serpente ) e controlava os rituais e a ciências, escrevia os códices, tanto religiosos como históricos, administrava os templos e era conselho de halach uinic.

Os sacerdotes menores eram el ahkin, com várias funções, como pronunciar discursos baseados nos códices o chilan, taumoturgo e profita: o nacom sacrificar, o ahmén hechiciro e curandeiro.

A base da economia Maia foi o cultivo do milho pela técnica, pela roça e pelo semeio, que acaba esgotando as terras em 2 ou 3 anos, obrigando a mudar de lugar de plantio, o que resulta num cultivo extensivo e não intensivo.Na plantação se planta tambem outras coisas e se cultivam legumes, frutos, condimentos, algodão, tabaco.Ao lado da agricultura se praticava a caça, a pesca e domesticação de animais.

No aspecto tecnológico, a industria mais importante lítica; produziram armas, objetos de trabalho e tornos em vários tipos de pedras, como a obsidiana, o pedernal e o jade. Outras industrias foram : a de sal, a textil, la hulera, la cesteiria, la primeira e la alfarreria. A metalurgia aparecem pelo séculos XI ou XII procedenta da América Central, e foi visada quase exclusivamente para produzir adornos.

O comércio foi um dos aspectos importantes da economia Maia: havia rotas terrestres, fluviais e marítimas.Existiam mercados "internacionais" como o de Xicalanço, havia edifícios especiais assim como córtes judicias.

Os mercadores, chamados de polom, pertenciam a nobreza e possivelmente estavam organizados em grêmios. O comércio se realizava por meio de troca, ainda que alguns produtos tinham valor de moeda como o cacao o jade e os objetos de cobre.

O povo maia tinha muito conhecimento sobre astronomia.Desenvolveram a aritmética de maneira que ela permitiu cáculos astronômicos de uma exatidãõ admiravel.Conheciam o movimento do sol,da lua,e de vênus e provavelmente de outros planetas.

A numeraçao escrita era simbolizada por pontos e traços.Inventaram o conceito de abstação matemática,o valor zero fazendo-o intervir nos seus calculos e cronologias.

Sabiam que os maias tinham um cálendario muito parecido com o nosso vou falar pra voces como era.

O cálendario se baseava no sistema análogo.O dia(Kin) era uma unidade  de tempo,acima da qual vinha o Unial,correspondendo a um mês de 28 dias,o Tun equivalia ao ano.O cálendario  maia era superior ao de todos os povos da antiguidade.Compreendia um ano solar de 365 dias,um ano bissexto de 366 dias e um venusiano de 260 dias.



O crecimento da cultura maia se revela principalmente no terreno intelectual,devido á complexidade da sua escrita , so foram descobertos ate agora os simbolos relativos ao tempo.