Respostas

A melhor resposta!
2013-04-01T16:11:37-03:00

                Autoridade da igreja católica do século V ao século XXI

A Igreja Católica, nó século V, desde a Queda do Império Romano,  não era muito autoritária, já que os imperadores não gostavam de dividir o poder com os papas, por isso, aconteceu o Cisma do Oriente, com a saída do Imperado Justiniano em Direção à Constantinopla, enquanto o papa ficou em Roma.

Desde de então a Igreja Católica passou a ser autoritária principalmente na Idade Média, onde quem se opunha conta a Igreja, era torturado impiedosamente, chamados os hereges...

Depois disso, a Igreja, foi perdendo sua extrema autoridade, mas ainda hoje, é responsável por administração de grandes coisas...

 

                                         A renuncia do  papa Bento XVI 

o papa bento XVI, declara que renunciou pela idade avançada que lhe trouxe também problemas de saúde, porém há também muitas especulações de que o papa estava ter conflitos internos e sofrendo pressão interna também, mas enfim, o papa renunciou e o novo papa agora se chama francisco, por ser o primeiro a usar este nome e bento já era o décimo sexto bento, bento dezeseis já havia vindo ao brasil antes.

 

                                               A escolha do novo Papa

Conclave (do latim cum clave, que significa com chave) é a reunião em clausura muito rigorosa dos cardeais aquanto da eleição do Papa. Os cardeais permanecem incomunicáveis com o exterior até haver um Papa escolhido.

O conclave é um ritual praticamente inalterado desde há oito séculos: foi o Papa Gregório X que usou pela primeira vez a palavra em 1274 e instituiu a base dos actuais conclaves. Isto deveu-se à demorada sucessão do Papa Clemente IV, que demorou mais de um ano e meio. O Papa quis, então, prevenir que a escolha do Sumo Pontífice demorasse tanto tempo, obrigando que a reunião tivesse que ser conclusiva.

Um conclave deve começar entre 15 e 20 dias depois da renúncia ou morte do Papa. Este prazo foi fixado na época medieval, quando viajar até Roma a partir de qualquer parte do mundo cristão era tarefa para demorar semanas, e embora hoje em dia os Cardeais possam fazê-lo em questão de poucas horas, manteve-se este intervalo para que os Cardeais aproveitem esse tempo para fazer reuniões entre si nas quais se debate o estado da Igreja ou, embora esteja teoricamente proibido, sondar alianças e candidatos. O intervalo denomina-se novemdiales. Este período termina com a missa Pro Eligendo Romano Pontifice, com a presença de todos os Cardeais na Basílica de São Pedro na mesma manhã em que começa o conclave. Depois, os membros do Colégio Cardinalício dirigem-se à Capela Sistina, onde se fazem as votações.

As votações realizam-se em sessões de manhã e à tarde, duas em cada sessão, com exceção do primeiro dia onde se realiza apenas uma votação.

 

 

1 5 1