Respostas

2013-10-07T20:17:19-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Estimada Andreza,

Muito boa sua pergunta. Parabéns.

Para ajudar na compreensão do problema, enviarei um vídeo muito interessante chamado "Armas, germes, e aço" (está no youtube).

A resposta passa por:

1. Os indígenas não conheciam a arma de fogo nem o aço. As armaduras eram feitas de uma espécie de espuma, que amortecia o impacto das pedras (mais utilizadas durante as guerras), mas não ofereciam qualquer proteção frente às espadas de aço;

2. Os impérios como o inca e o asteca, bem como outros povos estavam sofrendo terríveis epidemias que os europeus trouxeram, tais como a gripe, a varíola, o sarampo, a peste negra, a tuberculose, dentre tantas outras. Com a morte de muitas pessoas, havia o enfraquecimento político e social que permitisse uma luta contra os europeus;

3. Os povos ameríndios não possuíam escrita. Os espanhóis, no entanto, aproveitaram o aprendizado e o uso de diversas estratégias acumuladas durante os séculos de guerras contra os mouros e outros povos, conhecimentos registrados em livros. Tais táticas e malícias foram utilizadas contra os povos ameríndios;

4. Os ameríndios não conheciam as táticas de guerra, as armas, nem os objetivos dos europeus, de modo que sucumbiram à luta contra os espanhóis;

5. Os espanhóis não estavam sozinhos, eles souberam estimular o ódio e obter o apoio de milhares de guerreiros de povos que tinham os incas ou os astecas enquanto inimigos. Eles lutaram ao lado dos espanhóis e não imaginavam o preço que teriam de pagar para vencerem os povos que os dominavam (incas e astecas), como o fim de seu modo de vida, desaparecimento de idiomas, dentre outros.

6. Estima-se, segundo as ideias de Jared Diamond, que mais de 80% da população indígena tenha morrido após os primeiros contatos com os europeus em razão de contágio de doenças epidêmicas. Posteriormente, esse conhecimento serviu para o uso da guerra biológica contra os índios, conforme relato de bons livros de história e no "Enterrem meu coração na curva do rio", do Dee Brown, no qual se afirma que o exército americano enviava aos índios cobertores para o frio que haviam sido utilizados por doentes com tuberculose, varíola, gripe, tifo e outras doenças. Tal situação resultava na morte de milhares de índios em poucas semanas, o que causou a perda de governantes, sábios, religiosos, resultando na desestruturação de muitas  sociedades indígenas, como ocorreu entre os incas na época da conquista espanhola, cuja instabilidade política favoreceu a Espanha.

Devido, em parte, às gigantescas quantidades de vítimas das epidemias entre os indígenas enquanto os europeus não eram tão afetados pelas mesmas doenças(em razão de, na Europa, após dezenas ou centenas de gerações, a maior parte das pessoas eram descendentes daqueles que apresentavam algum tipo de resistência a essas doenças) houve uma dominação cultural, pois os indígenas passaram a acreditar que isso se devia ao deus dos europeus ser mais forte que os deles, de modo que houve conversão em massa em busca de salvação contra as epidemias e, em parte, por isso, até hoje, a maioria da população que habita a América é cristã.
5 5 5
2013-10-07T20:39:31-03:00
Pois um dos chefes espanhóis era parecido com um dos deuses aclamados por eles, então alguns deles não queriam guerrear -pois os espanhóis tinhas armas muito mais potentes que a deles - os espanhóis trouxeram doenças não conhecidas por eles ,então sem cura ,matando muitos dos nativos...
7 3 7