Respostas

2013-10-08T09:53:53-03:00
Vermelho,amarelo,preto e branco

1 2 1
2013-10-08T13:07:17-03:00
NÃO HOUVE UMA COR PREDOMINANTE e sim uma abertura para roupas maisCOLORIDAS:

Em 1957 aconteceu o primeiro salão de prêt-à-porter junto com os primeiros escritórios independentes de consultoria e estilo
Com o estilismo,
o vestuário industrial de massa mudou de estatuto: Passou a ser um produto de moda.
Mas é possível dizer que até o final dos anos 50 o prêt-à-porter era pouco criativo esteticamente, pois dava continuidade à lógica anterior de imitação das formas daAlta Costura que, durante esses anos de transição,
permaneceu de alguma forma ativa.

Ao som do rock and roll, a nova música que surgia nos 50, a juventude norte-americana buscava sua própria moda. Assim, apareceu a moda colegial, que teve origem no sportswear. As moças agora usavam, além das saias rodadas, calças cigarrete até os tornozelos, sapatos baixos, suéter e jeans. O cinema lançou a moda do garoto rebelde, simbolizada por James Dean, no filme "Juventude Transviada" (1955), que usava blusão de couro e jeans. Marlon Brando também sugeria um visual displicente no filme "Um Bonde Chamado Desejo" (1951), transformando a CAMISETA BRANCA em um símbolo da juventude. Já na Inglaterra, alguns londrinos voltaram a usar o estilo eduardiano, mas com um componente mais agressivo, com longos jaquetões de veludo, COLORIDOS e vistosos, além de um topete enrolado. Eram os "teddy-boys". Ao final dos anos 50, a confecção se apresentava como a grande oportunidade de democratização da moda, que começou a fazer parte da vida cotidiana. Nesse cenário, começava a se formar um mercado com um grande potencial, o da moda jovem, que se tornaria o grandioso a partir dos anos 60.