Sobre o filme O nome da rosa

Sobre o que versava o “livro proibido”? Por que
o Venerável tinha tanto medo de que ele caísse em mãos de outros monges?
A
proibição de entrar na biblioteca tinha uma razão maior. Qual o significado
desta proibição para a Igreja da época?
Qual o papel que o demônio ocupava ao longo do filme? Por que a Igreja
reforçava tanto seu uso?
Qual o papel que a Inquisição ocupava na Idade Média?


Qual
foi a grande questão religiosa debatida entre a ordem dos Franciscanos e
Delegados Papais? Descreva-a e interprete seu significado.

Identificar no filme elementos de corrupção e/ou decadência moral dentro da Igreja.

Qual a
visão que a igreja da época tinha referente à condição da mulher?
Como Deus
era visto pela Igreja da época?

1

Respostas

2013-10-09T19:14:26-03:00
A manutenção de uma ideologia se faz sobretudo pelo coerção e impedimento de conhecimento de novas formas de pensar (conhece a ti mesmo); resposta da primeira questão. O impedimento dele cair em outras mãos endossa a sentença acima. O index conhecido e a proibição de alguns livros já e conhecido no ideário eclesial tal impedimento faz com que o conhecimento de novas correntes filosóficas insurjam. A proibição da biblioteca assim como a retirada de alguns livros e o famosos controle ideológico. O "daimon" funciona como arquétipo do proibido e de valores direcionais e "morales" que devemos ter. A inquisição tinha por função impedir novas formas de pensamentos, e destruição de outorga de culturas. O contraste entre Franciscanos e Delegados papais pode ser vista como analogia no contraste entre O papa Francisco e Bento XVI na atualidade e a eterna dicotomia da Igreja a teologia da humildade versus a teologia da prosperidade nos dia atuais. a decadencia moral e a corrupção funciona como aparato de sustenção da Igreja (Instituição) e ao mesmo tempo destruição da Igreja (Noiva de Cristo). Deus funciona como figura simbólica existente e punitivo e nunca  interpretativo e amoroso.