“1958 foi o ano em que o brasileiro percebeu que Brasília não seria mais uma daquelas maluquices de presidente, como a do General Eurico Gaspar Dutra decretando na década anterior o fim do jogo. O palácio da Alvorada estava com a fachada pronta, e já dava ótimas fotos na Manchete. O país via que agora era para valer. A oposição até podia continuar falando em corrupção naquela obra faraônica, e a revista Maquis, mais os jornais Última Hora e Tribuna da Imprensa, gastavam galões de tinta nesse esforço. Mas estava claro que JK ia mesmo transferir, na data marcada, 21 de abril de 1960, a capital do Rio de Janeiro.” SANTOS, J. F. Feliz 1958: o ano que não devia terminar. RJ: Record, 1998, p. 20.
O texto refere-se ao governo de Juscelino Kubitschec, o “presidente bossa-nova”, que representou um marco significativo para a história do nosso país. Das alternativas abaixo identifique aquela que não corresponde ao mandato de JK:
a) O desenvolvimentismo industrial e a euforia do consumo do governo JK não atingiram todas as regiões brasileiras como o Nordeste que ainda permaneceu como um dos locais mais pobres do país.
b) JK incentivou a entrada de capitais europeus e japoneses impedindo que os Estados Unidos assumissem a plena hegemonia nos investimentos nacionais;
c) O Plano de Metas proposto pela administração de Juscelino proporcionou importantes resultados como a consolidação do setor de bens de consumo duráveis e o estabelecimento de novas relações entre o Estado e a economia;
d) Por outro lado, a implementação do Plano de Metas juntamente com o aporte do capital internacional gerou o aumento da inflação e da dívida externa;
e) A criação da Petrobrás em 1957 foi a solução encontrada pelo presidente para abastecer a nova indústria automobilística genuinamente brasileira;

2

Respostas

A melhor resposta!
2013-10-19T01:45:35-03:00
Letra e

A criação da Petrobrás ocorreu em 1953, durante o governo de Vargas.

1 5 1
2013-10-19T12:38:58-03:00
Alternativa e), pois na realidade foi Getúlio Vargas quem criou a Petrobrás, entre 1952 e 1955