Respostas

2013-11-11T13:40:20-02:00
1- A primeira obra de Arte, conhecida na Europa, que chegou ao Brasil foi “Nossa Senhora da Esperança”, trazida por Pedro Alvares Cabral, século XV, resultado das grandes navegações e decorrente do Renascimento Cultural Europeu. Hoje, a escultura original de Nossa Senhora da Esperança encontra-se em Belmonte- Portugal.2- A segunda Obra de Arte que se tem registro foi a de Nossa Senhora das Graças “A estreita relação entre a índia Catarina Paraguaçu e a paróquia da Graça teve início em 1530, quando a esposa de Caramuru teve um sonho onde via, numa extensa praia, um navio destroçado com náufragos tremendo de frio e morrendo de fome. Junto aos marinheiros estava uma mulher branca e fascinante, que segurava uma criança no colo. Sabendo do sonho da esposa, Diogo Álvares mandou que a costa fosse explorada. Na primeira tentativa nada foi encontrado, como o sonho persistia, Caramuru insistiu nas buscas e por fim encontrou um grupo de 17 navegantes espanhóis, que garantiram não haver presença feminina naquela embarcação. Na noite que voltou para a família em Vila Velha (local onde estão hoje a Graça e a Vitória), Caramuru soube que a esposa havia sonhado de novo com a senhora. A dama lhe pedia que fosse buscá-la para sua aldeia e para que ela construísse uma casa. Finalmente, Diogo encontrou, numa oca de um índio, uma imagem da Virgem Maria com o menino Jesus nos braços. A imagem havia sido recolhida na praia e hoje adorna o altar-mor da paróquia da Graça em Salvador-Bahia, primeira igreja construída em Salvador e doada em 1586 aos monges beneditinos.”
Fonte: Historiador Christovão de Ávila, neto em 13º grau de Catarina Paraguaçu
3- A terceira Obra de Arte que chegou ao Brasil foi a escultura de “São Francisco de Assis”, trazida pelo donatário Pero de Campos Tourinho para Porto Seguro em 1535, onde se encontra na Igreja da Penha.
Com a chegada de Tomé de Souza em 1549 para construir a cidade do Salvador, uma cidade fortificada, vieram mil homens, dentre eles Luis Dias, o responsável pela construção da cidade, mestres pedreiros, mestres carpinteiros, serralheiros, oleiros, fabricantes de cal, dentre outros, mas não consta nome de nenhum artista. Escultores e pintores apareceriam em número reduzido alguns anos mais tarde. Com a implantação do governo geral, surgem os primeiros monumentos na Bahia, seguidos por Pernambuco, São Vicente, Paraíba, Espírito Santo e Rio de Janeiro.