Respostas

2013-11-17T14:39:29-02:00
Visto sob esta perspectiva, o conflito entre palestinos e israelenses deve ser reconduzido à mesa de negociações. A superioridade de armas pode vencer batalhas, mas não garante o desfecho de uma guerra cujo objetivo só pode ser a paz e o convívio pacífico de todos num mundo em que a diversidade cultural e a estrita observância dos direitos humanos prevalecerão como princípios máximos a regerem as relações entre países e povos. Para isto, deve-se cessar a demonização mútua e mostrar disposição de negociar sem estabelecer condições prévias do tiposine qua non.
2013-11-17T16:42:37-02:00
Tudo se iniciou com a retirada dos ingleses a Palestina e a Independência de Israel.
O projeto de partilha aprovado não foi muito que aceito pelos árabes da Palestina.
E com isto ,com o apoio de cinco países nas quais eles são Egito, Jordânia, Líbano, Síria e Iraque,iniciaram o conflito atacando as cidades e bairros dos judeus.
A guerra durou de 1948 a 1949.

Mas até hoje são vários os fatores que impedem a ''paz''.
As diferenças de religião,e até o ódio pela guerra que mesmo assim pode-se observa que até hoje os a invasões de rebeldes e tal.