Respostas

2013-04-10T20:12:30-03:00

Santo Agostinho: Antes de virar religioso, ele era maniqueu eles afirmavam uma doutruina de salvação meio religiosa e meio filosófia, e afirmaram que o mundo era dividido em dois (bem e mal, luz e treva, epírito e matéria) mas ele afirmou que existe uma fronteira até onde a razão pode ir nas questões religiosas. O cristianismo é um mistério divino ao qual somente podemos chegar através da fé e não da razão. 

 

São Tomás de Aquino: Ele estabeleceu uma grande síntese entre fé e cieência, ele dizia que não era necessário existir contradição entre aquilo que nos dizem a filosofia e a razão e aquilo que nos dizem a revelação e a fé cristã, ele não acreditava com tanfa força nos dogmas (verdades incontestáveis da fé), e acreditava que existia uma gama de verdades teológicas naturais ou seja verdades que se poder chegar tanto pela revelação cristã como através da nossa razão inata ou natural.