Analise o fragmento abaixo extraído do capítulo “Planejamento de ensino e avaliação”, de Glaura Paroneto, do livro “O projeto político-pedagógico/Processos históricos da educação brasileira”. O planejamento não é apenas uma mera formalidade ou um ritual burocrático. Ele precisa ser dinâmico, ativo, ter vida e significado tanto para o docente quanto para o discente... Paulo Freire (1996, p.55), inclusive, diz que: [...] educação é um processo de humanização. Onde há vida, há inacabamento. Mas só entre homens e mulheres, o inacabamento se tornou consciente. Sendo assim, entendemos que o planejamento é um processo de construção e de transformação.Explique o que você compreendeu sobre o fragmento acima.

1

Respostas

2013-11-20T18:18:12-02:00
Nesse sentido, concluímos que o planejamento é um processo inacabado, criado pelo homem para o seu crescimento, no exercício da busca e da transformação permanentes.O planejamento é um processo, um ato politico-pedagógico e, por conseguinte não tem neutralidade porque sua intecionalidade se revela nas ações de ensino.
0