Transcrição da manchete do jornal O Globo, disponível na imagem:

Sindicalistas criam esquema de ação política na Petrobras

Petrobras repudia a tendenciosa e equivocada matéria “A República sindicalista instalada na Petrobras” (5/7). O jornal busca estabelecer a preconceituosa tese de que, por serem ex-sindicalistas, atuais executivos e gerentes da Petrobras atuariam buscando favorecer aliados ou projetos políticos. O texto, porém, não apresenta provas ou qualquer fato que justifique o uso do termo “esquema”. Há, unicamente, ilações. O jornal omite - porque contradizem sua tese - dados que foram entregues ao repórter sobre resultados da gestão da Comunicação Institucional e da Petros. (...) A Petrobras possui 4.910 gerentes, mas a matéria pinça somente 22 pessoas (menos de 0,5%) que possuem histórico sindical. Cinco gerentes estão na Comunicação Institucional. Todos eles são funcionários de carreira e concursados com mais de 20 anos na empresa, ressalte-se. Para chegar aos 22, o jornal comete o erro de somar profissionais que nem gerentes são. O Globo resgata inclusive o termo “república sindical”, usado por setores contrários à democracia em 1964, na tentativa de reforçar sua tese. A Petrobras lamenta que O Globo tenha revelado tamanho preconceito. O cronista Lourenço Diaféria escreveu em 1980 “Bilhete pra um Operário”, que já falava nos pecados de um operário em imaginar que, com seu esforço, poderia chegar ao posto máximo da República do Brasil. Passados 29 anos, a crônica está mais atual do que nunca.

Disponível em: http://fatosedados.blogspetrobras.com.br/2009/07/05/preconceito-e-ilacoes-carta-da-petrobras-ao-jornal-o-globo/#sthash.XBnrL4gN.dpuf

Em relação à manchete do jornal O Globo e ao texto acima, é correto afirmar que:

1 A Petrobras se alia ao jornal O Globo se dispondo a prestar todas as informações necessárias para apurar as denúncias.

2 Verifica-se uma clara tentativa do jornal O Globo de destacar os ex-sindicalistas como possíveis candidatos à presidência do país.

3 A estratégia discursiva recorreu a um termo utilizado por setores favoráveis à democracia em 1964.

4 O jornal suprimiu informações prestadas pela Petros, visando corroborar a tese estabelecida na sua manchete.

5 O repórter não dispunha de quaisquer dados que pudessem orientar a redação da matéria publicada.

2

Respostas

2013-11-19T16:20:25-02:00
RESPOSTA O jornal suprimiu informações prestadas pela Petros, visando corroborar a tese estabelecida na sua manchete.
9 4 9
2013-11-19T18:17:40-02:00
O suprimento de informações prestada pela Petros