Tarefa

Foto de perfil do usuário steephanny

Quais são os tipos de tecido muscular e suas respectivas contraçoes? e onde se localizam no corpo humano?

Quais são os tipos de tecido muscular e suas respectivas contraçoes? e onde se localizam no corpo humano? por Steephanny

Tem dúvidas sobre esta tarefa? Pergunte!

Peça mais detalhes ao usuário Steephanny

Respostas

Respostas

Foto de perfil do usuário nattalia02
Nattalia02 respondeu
O tecido muscular é constituído por células altamente especializadas em realizar contrações. Suas células são alongadas, multinucleadas ou não, contendo em seu citoplasma grandes quantidades de filamentos de proteína contrátil, dentre eles os principais: actina e miosina. É um tecido altamente vascularizado e inervado, grande consumidor de energia e produtor de calor.. Suas células têm origem mesodérmica e se diferenciaram pelo alongamento das células e pela produção dos filamentos contráteis. São estes filamentos que, consumindo energia proveniente da quebra de ATP, contraem-se, deslizando-se uns sobre os outros. É importante notar que as estruturas celulares das células musculares possuem nomes especiais. A membrana celular é chamada de sarcolema; o citoplasma é o sarcoplasma; e o retículo endoplasmático liso é o retículo sarcoplasmático. Existem diferentes tipos de tecidos musculares no corpo humano. De acordo com suas características morfológicas e funcionais, eles foram classificados em três tipos: Músculo estriado esquelético, estriado cardíaco e músculo liso. Músculo estriado esquelético está presente em maior quantidade no corpo humano. Ele está preso ao nosso esqueleto através dos tendões e permite que realizemos movimentos variados como andar, correr, pegar ou manipular objetos. A contração é forte, rápida, descontínua e voluntária. Descontínua quer dizer que após uma contração não ocorre automaticamente outra, o que caracteriza a voluntariedade, ou seja, a contração de um músculo esquelético depende de um comando central, da vontade da pessoa. As células musculares esqueléticas são cilíndricas e muito longas (chegam até a 30cm), contendo um grande número de filamentos de actina e miosina. À estes filamentos contráteis dá-se o nome de miofibrilas. Ao se analisar este tecido ao microscópio constataremos a presença de vários núcleos por célula, além de estrias transversais, típica dos músculos estriados. Estas estrias são devidas à superposição de áreas mais densas das miofibrilas. Músculo estriado cardíaco As células do músculo estriado cardíaco, como o próprio nome sugere, são encontradas apenas no coração. Assim como o músculo esquelético, o cardíaco possui células longas, cilíndricas e estriadas, porém são ramificadas. Estas ramificações unem uma célula à outra através de uma estrutura permeável ao impulso elétrico chamada disco intercalar. Com estas ramificações a contração do músculo cardíaco é uniforme, essencial para o bom funcionamento do coração. O tecido muscular liso, também chamado de tecido muscular não estriado ou tecido muscular visceral, é constituído por células mononucleadas e alongadas. Esse tipo de músculo pode ser encontrado nas paredes dos órgãos ocos, como estômago, útero, bexiga, artérias, veias, vasos sanguíneos, etc. As células do músculo liso não apresentam estrias transversais como as vistas nas células musculares estriadas esqueléticas ou cardíacas. A ausência dessas estrias ocorre porque os filamentos de actina e miosina não se organizam seguindo o mesmo padrão apresentado pelas outras células musculares. O músculo liso, assim como o músculo estriado cardíaco, apresenta movimentos involuntários e age no organismo de diversas formas: • Empurrando o alimento ao longo do tubo digestório; • Regulando o fluxo de ar dos pulmões, através do controle do diâmetro dos brônquios e bronquíolos; • Regulando o fluxo de sangue para regiões do corpo através do controle do diâmetro dos vasos sanguíneos; • Controlando a intensidade da luz que chega aos olhos, por meio da regulação do diâmetro da pupila; • Ajudando durante o parto com a contração do útero, etc. Cada célula do tecido muscular liso é envolvida por um revestimento constituído por uma rede de filamentos de proteína chamado de endomísio. Esse tipo de musculatura não apresenta perimísio(envoltório interno constituído de tecido conjuntivo rico em fibras colágenas) e nem epimísio(envoltório resistente de tecido conjuntivo, rico em fibras colágenas, que recobre todo o músculo). A contração dos músculos lisos é bem mais lenta que a da fibra esquelética, mas, em compensação, elas conseguem se manter contraídas por um período de tempo mais longo.
  • Comentários
  • denunciar!
  • Obrigado (0)
  • Avaliar

Comentários

Escreva aqui seu comentário...