Examine a seguinte situação:

Susan controla um dos caixas de uma loja de departamentos e está apresentando alguns problemas ao lidar com cheques. Sua supervisora, Joan, percebe o erro da funcionária e, por falta de tempo, realiza uma venda e demonstra rapidamente o que deve ser feito com os cheques e pede a Susan que procure realizar a tarefa agora, conforme o que lhe foi demonstrado. Susan volta a cometer alguns erros e Joan, impaciente, lhe diz: “Por Deus! Você errou novamente! Trate de ficar atenta e concentre-se no que está fazendo. Por quantas vezes vou ter que lhe mostrar como se faz?”. Fonte: Adaptado de Bee (2002, p. 20).

A partir das orientações propostas pela aula, o texto demonstra:

I. Uma crítica destrutiva, pois a supervisora desqualifica a funcionária, sem explicar onde estava o erro.

II. Um tipo de crítica negativa, pois indica uma deficiência da funcionária que precisa ser sanada.

III. Uma crítica adequada da supervisora, pois o funcionário deve sempre fazer as tarefas corretamente.

IV. Uma crítica positiva, pois a supervisora se dispôs a orientar a funcionária, embora esta não tivesse competência para aprender.

Escolher uma resposta. a. I, II e III. b. I e II. c. I, II, III e IV. d. I, III e IV. e. III e IV. Question3

Observe

1

Respostas

2013-04-14T20:44:22-03:00

Item b
De acordo com as orientações propostas pela aula, a situação apresenta, ao mesmo tempo, uma crítica negativa, pois objetivou a mudança de um desempenho inadequado, e destrutiva, pois a impaciência de Joan pode dificultar o desenvolvimento da funcionária. A terceira afirmativa está incorreta, pois não é certo dizer que essa critica foi adequada, uma vez que faz parte das atribuições de um supervisor orientar os colaboradores quanto à melhor maneira de realizar suas tarefas. A última afirmativa também está incorreta, pois a crítica positiva ocorre quando se reforça um comportamento ou desempenho adequado, ou seja, o oposto do que foi apresentado na situação.