Respostas

2013-12-10T14:14:17-02:00
# Sofistas:

- contribuições: ensinanva a como transformar um argumento fraco em um argumento forte ou um argumento forte em um argumento fraco.
os sofistas não tiveram contribuições significativas, no entanto eles foram benéficos para fortalecer a filosofia, ideia eos ensinamentos de socrátes.

- influência: suas técnicas eram simplesmente ensinar a persuadir; convencendo seus ouvintes em um debate, seja pela emoção, seja pela passividade deste. Astutos oradores, os sofistas impressionavam àqueles que os ouviam em seus ensinamentos. Para eles era fácil convencer de acordo com os seus interesses, para eles, importante era convencer a populaçãoa qualquer preço, mediante a salários, ou seja, cobravam pelo ensino, ensinavam a quem pudesse pagar, sobre as coisas diziam, anúnciavam serem portadores do "SABER UNIVERSAL". Mas na prática, ensinavam como contradizer o seu adversário, não se importando com a relação que as palavras tinham nas coisas, articulando-as segundo as necessidades do debate para convencer e derrotar seu oponente.

# Sócrates foi o grande adversário dos sofistas. para Sócrates os sofistas eram estes o seu alvo predileto, pois era com estes que Sócrates podia ter a oportunidade de mostra que a filosofia sofista não era exatamente certa  em relação a base dos conceitos filosóficos populares. As principais perguntas que Sócrates fazia aos sofistas eram: O que é retórica? Que é valor? O que é justiça? Com isso mostrava a todos que nem mesmo os sofistas sabiam esponder, envergonhando-os diante do público.
Sócrates fazia com que as pessoas questionassem a si mesmas. Era o “conhece-te a ti mesmo"; Portanto Sócrates foi quem recolocou a filosofia no seu devido lugar em busca da verdade pelo conhecimento do ser. Sócrates desafia os sofistas que tentava inovar a filosofia o relativismo e o subjetivismo. Através de suas perguntas, Sócrates
tem o previlégio demonstrar a essências das coisas, o que há de comum em todas as coisas, em busca de um conhecimento universal. Ele defendeu que os problemas morais podem ser objeto de um conhecimento verdadeiro, autêntico, de validez objetiva e universal. Essa é a consideravel diferença entre Sócrates e os sofistas.