Respostas

2013-12-16T08:08:03-02:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezada,

A Revolta de Felipe dos Santos ou a Revolta de Vila Rica ocorreu em 1920 e foi chefiada por Felipe dos Santos e Tomé Afonso Pereira, na vila e adjacências.

Ela decorreu da vinda do Conde de Assumar, que viera impor a ordem na nova Capitania das Minas Gerais, pretendendo implantar casas de fundição em Vila Rica, facilitando, assim, a cobrança dos impostos. Precisava, para isso, fazer com que os paulistas obedecessem as ordens, bem como enfraquecer concentrações portugueses que usavam tropas de escravos armados para ameaçar até mesmo o poder real na capitania.

Para enfraquecer essas tropas, o conde proibiu o uso de armas e roupas de seda pelos negros. Ele reestimulou a implantação dos capitães-do-mato, para que caçassem os negros fugidos e revoltosos. Os senhores das minas não queriam a casa de fundição, que deveria funcionar a partir de 23 de junho de 1720, pois isso aumentaria a cobrança dos quintos reais (um quinto do ouro era para a coroa portuguesa), dentre outras aumentos tributários que incidiriam sobre o fumo, sal, e a cachaça, entre outros produtos.

Em 28 de junho de 1720, sete ou oito mascarados invadiram a casa do ouvidor Martinho Vieira de Freitas, destruindo o que puderam, inclusive papeis jurídicos. No dia 1 e 2 de julho de 1720, mais de 1.500 pessoas saíram em marcha até Riberão do Carmo, onde estava o Conde de Assumar.

Aos 13 de julho, o governador ofereceu o prêmio de 100 oitavas de ouro para quem matasse um mascarado. Para piorar a situação, os denunciados eram homens ricos e influentes, bem como dois padres.

Evitando se indispor com pessoas influentes, o Marquês de Assumar encontrou dois bodes expiatórios que eram pobres agricultores, o Felipe dos Santos Freire e o Tomé Afonso Pereira. Eles eram amigos do verdadeiro cabeça do motim, o riquíssimo Pascoal da Silva Guimarães, que não sofreu qualquer represália. Os pobres foram julgados, enforcados, e esquartejados, depois de  confessarem seus crimes (provavelmente, sob tortura).

Como resultado de tudo isso, houve a separação da província de Minas Gerais, que saiu do poder de São Paulo, aumentando-se as ações que visavam controlar o contrabando e a evasão fiscal.
1 5 1