Tive dificuldade pra resolver o item 64 da seguinte questão da UFSC (2011):

O heredograma abaixo (imagem em anexo) mostra uma família onde encontramos indivíduos não afetados (quadrados e círculos brancos) e afetados por uma anomalia (quadrados e círculos pretos).

Segundo a 1ª e a 2ª lei de Mendel, a análise deste heredograma nos permite concluir CORRETAMENTE que:
01. o padrão de herança da anomalia é autossômico dominante.
02. o indivíduo III – 4 com certeza é heterozigoto.
04. a chance do indivíduo II – 3 ser heterozigoto é de 50%.
08. os indivíduos do casal II – 1 e II – 2 são heterozigotos.
16. trata-se de uma herança, ligada ao sexo, de padrão recessivo.
32. a possibilidade do casal II – 3 e II – 4 ter outra filha afetada pela anomalia é de 25%.
64. a chance do casal III – 4 e III – 5 ter outro filho do mesmo sexo que IV – 1 no entanto afetado é de 16,6%.

Os itens corretos são: 8 e 64.

Desde já agradeço!

1

Respostas

2013-12-26T23:45:43-02:00
Sabemos que a herança é recessiva, sendo assim o pai carrega dois alelos recessivos. A mãe tem duas chances em três de ser portadora e transferir o alelo recessivo(2\3) e porque três, porque numa quarta opção, ela também seria afetada (aa, o que ela não é).

Se a mãe é Aa; aA; ou AA e sabemos que o pai é aa, então, as chances do filho ser afetado são Aa; aa; aa ou aA. o que corresponde a 1\2.

E agora a chance dele ser macho ou fêmea é de 1\2.
Então a regra usada nesse caso é a regra do E,  que pede, essa, aquela e aquela outra probabilidade, porrisso, regra do "E"
Então multiplica-se os numeradores e depois os denominadores: 2\3x1\2x1\2=(2\12)
simplificando dá (1\6)
dividindo 1 por 6, e multiplicando o resultado por 100 (para porcentagem),igual a 16,6% .
9 4 9
Muito obrigado, Regisfruits!
Era isso mesmo, apenas adicionar a probabilidade da mãe carregar a anomalia na regra do E (multiplicação).
Mais uma vez, valeu!
fico contente de ter ajudado...
Linda resolução!
q legal....