Respostas

2014-01-17T16:14:04-02:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Cara Nasla, 

É preciso ter consciência que, desde o pacto colonial, no qual o Brasil e outros países da América Latina estiveram submetidos, a região tinha uma economia baseada, principalmente, na exportação de  "commodities" (matérias-primas como ferro, produtos agropecuários, dentre outros com pouco valor agregado). 

Além disso, os produtos manufaturados, bem como artigos mais elaborados, inclusive remédios, eram, em sua maioria, importados.Nesse sentido, a primeira guerra mundial trouxe benefícios para a economia da América Latina, potencializando o modelo exportador da região ao aumentar a demanda mundial por matéria-prima (haja vista que, com a guerra, não havia condições para a produção agropecuária nos países envolvidos), bem como - e principalmente - por interromper o fornecimentos de produtos manufaturados que os países envolvidos na primeira guerra mundial (industrializados) enviavam aos países da América Latina. Com isso, acelerou-se o desenvolvimento das capacidades de produção dos países da América Latina, acelerado a industrialização que se iniciava no Brasil, na Argentina, e no México, dentre outros. 

Ao final da primeira guerra, houve um considerável aumento das exportações, exemplificada pelo crescimento anual de 9,8% das exportações chilenas entre 1915 e 1919, seguido por um aumento de apenas 0.6% entre 1920 e 1924. 

De modo semelhante, durante a Segunda Guerra Mundial houve uma nova desarticulação do comércio internacional, possibilitando o desenvolvimento da América latina através da industrialização de substituição, haja vista a limitada competição com os importados, pois os países europeus estavam destruídos e os Estados Unidos estavam concentrados na guerra. Como exemplo desse período, temos o Brasil com o aumento da participação da industrialização no PIB, passando de 14,5 em 1939 para 21,2% em 1950. Além disso, intensificou-se a demanda por produtos agrícolas e minerais produzidos na região. 

Outro efeito interessante das grandes guerras mundiais consistiu na chegada de uma grande quantidade de refugiados e imigrantes que aumentaram a população da América Latina, enriquecendo a região com povos de diferentes países europeus, bem como japoneses. Muitas dessas pessoas apresentavam formação técnica e conhecimentos que foram importantes no processo de industrialização e modernização dos países latino-americanos.

Vê-se, portanto, que, em geral, houve um efeito benéfico das grandes guerras às economias e às populações da América Latina, ao proporcionar um contexto que favoreceu o desenvolvimento da região. 
1 5 1