Respostas

2014-01-16T23:20:57-02:00
As principais causas que levaram ao fim foram: Crise Agrícola, estagnação do comércio, fome, pestes guerras e rebeliões.
6 4 6
2014-01-17T00:55:23-02:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezada Luana, 

Como sempre, a política, a economia, e a religião influenciaram também essa mudança. Essa formação dos países europeus ocorre nos séculos finais da Idade Média, que foram marcados pela urbanização e a mudança da principal atividade econômica da agricultura para o comércio.

Recorde que, na Idade Média, os feudos eram grandes faixas de terra sobre a administração de um senhor feudal, cuja economia girava em torno do trabalho dos servos que não eram escravos, mas estavam presos à terra.

Nesse sentido, as cruzadas, a peste negra (que matou mais de um terço da população europeia), bem como a fuga de servos em busca de uma vida melhor na cidade ou outros locais, arruinou a economia feudal, pois de nada serviam as terras se não pudessem ser cultivadas para gerarem riquezas.

Com o apoio oferecido aos monarcas, fortalecendo a formação dos Estados Nacionais, os senhores feudais podiam escapar à miséria, exercendo funções administrativas e militares e recebendo recursos por isso. Os mais nobres eram aqueles que formavam a corte real, que eram oriundos de famílias antigamente muito ricas, de modo que passavam a vida sem fazer quase nada, na ociosidade.

Além disso, os comerciantes (os burgueses) conseguiram por meio do fortalecimento das monarquias nacionais unificar as leis e os impostos, de modo que as atividades comerciais deles foram favorecidas, pois antes esses impostos eram pagos em cada cidade sob jurisdição de um senhor feudal diferente, o que complicava o comércio e aumentava os custos.

Além disso, o estado nacional poderia contribuir com os interesses dos burgueses em ampliar seus negócios, ao permitir a reunião de recursos e poder necessários para grandes empreendimentos, como a expansão marítima europeia.

Nesse sentido, com os feudos já não produzindo tanta riqueza, foi natural esse progresso e estímulo às cidades, já que o comércio possibilitava o desenvolvimento econômico e cultural, intimamente ligado ao comércio exterior e ao contato com outros povos, o que mudou profundamente a ciência, a tecnologia, e o conhecimento dos intelectuais europeus ao se abrirem ao mundo.
1 5 1