Respostas

2014-01-23T02:07:50-02:00
O Feudalismo foi um modelo político,econômico e social onde a riqueza estava baseada na terra, o poder político era descentralizado, enquanto no estado moderno o poder político é muito centralizado,nas mãos do rei absolutista,e no estado moderno a riqueza está baseada principalmente no acúmulo de capital,principalmente metais preciosos e moeda. 
17 4 17
2014-01-23T11:58:37-02:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezado,

Com o fechamento do Mediterrâneo por tribos bárbaras e o declínio do comércio, bem como a destruição de estradas, sistemas de fornecimento de água às cidades, doenças, constantes invasões de grupos nômades, as cidades se tornaram lugares horríveis de se morar. Os cidadãos mais poderosos partiram para o campo, ficando em seus castelos, seguidos por muitas pessoas que buscavam proteção. Essas últimas foram aceitas nos feudos, em troca de ficarem presas à terra, trabalharem nas terras do senhor feudal, e entregarem a metade de suas produções, dentre inúmeros outros impostos e obrigações. Tornaram-se os servos.

Nesse período, grupos de guerreiros, como os viquingues, vagavam saqueando, estuprando, matando e destruindo, criando alguns pequenos territórios com organizações políticas, mas as mudanças em decorrência das guerras e conflitos, aumentados pelos ataques de grupos mouros, tornou a época da Idade Média um período de trevas e escuridão, quando comparada com a qualidade de vida e estabilidade que o império romano apresentava, com a ideia da Pax Romana, proporcionada por seu exército organizado, infraestrutura, e conquistas, bem como desenvolvimento da engenharia e do conhecimento em geral.

Nesse sentido, no feudalismo, salvo raríssimos períodos e locais, não havia unidade política na maior parte da Europa, com cada senhor feudal cobrando os impostos que queria, contribuindo para a fragilidade política e econômica da época. Com isso o conhecimento foi esquecido, com um número gigantesco de pessoas analfabetas, de modo que os poucos livros que sobraram estavam, normalmente, aos cuidados dos religiosos católicos, sendo essa a organização mais poderosa do período, haja vista que, buscando um lugar no céu na superação das tristezas na terra, as pessoas doavam suas posses à Igreja católica, que chegou a possuir mais de 60% das terras da Europa.

Portanto, durante a Idade Média houve um emaranhado, horizontal e vertical, dos poderes, sem a unidade nacional, alterações constantes de poder, guerras, ignorância, mitos, lendas, e ideias absurdas que resultaram, por exemplo, na Inquisição medieval.


Nos Estados Modernos, em sua maioria, há uma maior participação política do cidadão nos rumos de sua nação. Além disso, diferente da Idade Média, há mobilidade social, de modo que alguém pobre pode se tornar rico, dentre outras possibilidades. Há em quase todas os países hoje, a separação dos poderes, diferente do acúmulo que se verificava na época feudal. A riqueza, na época medieval, estava associada à posse da terra, enquanto hoje o capitalismo reflete uma riqueza que muitas vezes se caracteriza pela quantidade de dígitos em contas de banco. Além disso, como nunca antes, os estados modernos apresentam um número considerável de pessoas alfabetizadas, profissionais de nível superior, tecnologia, e poder.
3 5 3