Respostas

2014-02-16T14:47:48-03:00
Você já deve ter notado que os incêndios normalmente começam em um ponto limitado, mas caso não sejam logo controlados, eles se espalham e atingem outros locais que pareciam fora de perigo. Lugares que estavam frios, agora estão aquecidos. Isso ocorre porque há “TRANSMISSÃO DE CALOR”. Por conta disso, veremos agora como se processa esse fenômeno.MÉTODOS DE TRANSMISSÃO DE CALORIRRADIAÇÃO – É a transmissão de calor que se processa sem a necessidade de Continuidade molecular entre a fonte calorífica e o corpo que recebe calor. É a transmissão de calor que acompanha geralmente a emissão de luz. Ondas de calor atingem os objetos, aquecendo-os, o calor do Sol é um caso típico de CALOR RADIANTE.Irradiação – O incêndio que começou no prédio A, alastrou-se para o prédio B, mesmo não tendo nenhuma ligação física. Isso deveu-se à IRRADIAÇÃO.CONDUÇÃO – É a transmissão de calor que se faz de molécula para molécula, através de um movimento vibratório que as anima e permite a comunicação de uma para outra.CONDUÇÃO – O incêndio começa na sala A, mas a PAREDE fica superaquecida e começa a transmitir calor para a sala B, iniciando um novo foco de incêndio, causado pela CONDUÇÃO.CONVECÇÃO – É o método de transmissão de calor característico dos líquidos e gases. Consiste na formação de correntes ascendentes no seio da massa fluida, devido ao fenômeno da dilatação e conseqüente perda de densidade da porção de fluido mais próximo da fonte calorífica.CONVECÇÃO – Os gase superaquecidos vão “subindo os andares” do prédio, iniciando novos focos de incêndio em locais distantes do foco inicial. É o fenômeno da CONVECÇÃO.