Respostas

2014-02-18T00:31:19-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Cara Izabela,

Parabéns! Muito boa sua pergunta!

Na verdade, não havia doenças epidêmicas entre os índios, tais como a gripe, a caxumba, o tifo, o sarampo, a varíola, a tuberculose, dentre outras.

Assim, com a chegada dos europeus e, consequentemente, das doenças que eles traziam, houve uma mortandade na população indígena que superou os 80% da população. Ou seja, foi quase uma espécie de apocalipse.

Desse modo, quando os indígenas viram que eles morriam em quantidades enormes (às vezes, de uma tribo com mais de 2 mil pessoa, em duas semanas ou menos, só sobrava um) enquanto os europeus (que eram mais resistentes a essas doenças devido à seleção natural) não, eles procuraram entender. Imaginaram que isso se devia ao deus dos portugueses ser mais forte do que o deles.

Houve, assim, uma conversão em massa dos índios ao cristianismo em busca de salvação das terríveis doenças e sofrimento relacionado a isso. Infelizmente, as epidemias continuaram a matá-los. Essa é uma das razões da desestruturação das sociedades indígenas, facilitando sua assimilação na cultura ocidental, sendo um dos motivos pelos quais até hoje a maior parte da população do continente americano seja de cristãos.

Vale ressaltar que ainda hoje essas epidemias matam com mais facilidade os indígenas que os descendentes dos africanos e europeus.

Para mais informações, recomendo que veja o vídeo Armas germes e Aço  - Saindo do Jardim do Éden no you..tube.

Bons estudos!

1 5 1