Respostas

2014-02-19T12:31:49-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezada,

1) Um dos motivos disso foi a enorme riqueza que as cidades italianas acumulavam em razão de seu monopólio do Mar Mediterrâneo, de modo que passaram a investir na arte e na ciência para "ostentar" e diferenciar-se dos demais;

2) A vinda de muitos sábios, artistas, e intelectuais após a invasão de Constantinopla pelos turcos otomanos, que era muçulmanos.

Além disso, vale ressaltar que:

As pessoas que investem na arte, em geral, apresentam uma boa quantidade de recursos financeiros. Nesse sentido, as cidades italianas tinham contato direto com os povos que traziam as mercadorias (seda, especiarias, dentre outros produtos) que eram vendidas com grande margem de lucro aos demais povos europeus.

Assim, foi possível desenvolver a economia, possibilitando que algumas pessoas e famílias acumulassem bastante dinheiro, posses e recursos. Uma das maneiras de se exibir (ostentar) era através da arte, com quadros, estátuas e outras.

Nesse sentido, eles contratavam artistas e pagavam a estadia, dentre outros benefícios. Com isso, eles desejavam obras novas que os diferenciassem de seus pares e chamassem a atenção dos mecenas (os ricos que patrocinavam esses artistas e cientistas). Desse modo, o contexto econômico favoreceu as artes e a ciência, com diversas pessoas competindo por esses patrocínios dos ricos. Algo semelhante ocorreu nas Minas Gerais aqui no Brasil, no período das grandes minerações de ouro, refletindo na qualidade e na beleza das igrejas e outras construções em cidades como Ouro Preto e Diamantina.

2 5 2