1) A Inglaterra possuía no século XVIII características que foram imprescindíveis para seu pioneirismo na Revolução Industrial. Podemos assinalar como essas características positivas:
a) Um regime absolutista forte.
b) A abundância de fontes de energia.
c) A inexistência de mão-de-obra disponível.
d) A existência de um governo democrático.
e) O surgimento de uma economia feudal.
2) As mudanças ocorridas na maneira de produzir com a introdução das máquinas puderam ser sentidas, EXCETO:
a) na adoção de um sistema que produzia mais em menor tempo.
b) no surgimento de uma nova classe social, o proletariado.
c) na aceleração do ritmo de vida e de trabalho.
d) no uso de novas fontes de energia para mover as maquinas, como o carvão.
e) na substituição da maquinofatura pela manufatura.
3) Diferencie quanto ao seu papel na produção, burguesia e proletariado.
4) No plano social, a industrialização contribuiu para o surgimento de uma massa operária que se amontoa noschamados bairros proletários. Cite as mudanças na vida dos trabalhadores no ambiente das fábricas.
5) Explique como a situação política inglesa ajudou a fazer da Inglaterra uma potência econômica no século XVIII.
6) A industrialização mudou o mundo: a introdução de
máquinas alterou a economia, a sociedade e as paisagens no mundo. Contudo, as alterações no modo de produzir já estavam em curso desde o século XV no mundo europeu. Estabeleça as diferenças entre os sistemas produtivos doméstico, manufatura e maquinofatura.
7) Podemos designar como Revolução Industrial o conjunto de transformações econômicas e sociais ocorridas na Inglaterra no final de Século XVIII, dentre as quais podemos destacar:
a) o advento das máquinas na produção industrial; o
estabelecimento do capitalismo; a formação da classe
operária.
b) a urbanização na França, a expansão da produção de aço e petróleo; a intensificação do comércio.

c) o aparecimento das fábricas, a formação da classe camponesa; a organização de sindicatos.
d) o advento da indústria química, a produção em série; a ascensão da burguesia mercantil.
e) o estabelecimento do capitalismo; a urbanização; a difusão do capitalismo mercantil e bancário.
8) Assinale V (verdadeiro) ou F (falso).
Simultaneamente ao processo de acumulação de capitais, provenientes do comércio de escravos, pirataria e da descoberta das minas na América, a Inglaterra reaplicou seus lucros entrando numa era de grandes transformações que se denominou de Revolução Industrial. O (s) fator (es) que levou (aram) as grandes mudanças foi(foram):
( ) a pequena propriedade inglesa, na época dos cercamentos, transformou-se em latifúndio, que empregava mão-de-obra assalariada e produzia grandes quantidades de alimentos.
( ) do aumento de produção agrícola destacaram-se alimentos destinados ao mercado externo e o algodão que atendia às colônias americanas.
( ) o uso das máquinas atraiu às cidades um grande número de camponeses que, transformados em operários urbanos, vão participar de uma era de bonança e melhoria de vida material.
( ) a Revolução Industrial possibilitou a exploração dos centros urbanos a concentração do capital, não modificando, entretanto, a precariedade das condições de moradia, a alimentação do operário urbano.
( ) a Revolução Industrial modifica o cenário das classes sociais: a aristocracia (nobreza), que estava no topo da pirâmide, cede seu lugar à burguesia industrial que agora ocupa seu espaço..
9) O processo de industrialização iniciado na Inglaterra desencadeou diversas mudanças econômicas, sociais epolíticas na Europa de 1780 em diante.
Uma destas transformações se deu no campo da produção e teve como conseqüência:
a) A substituição da economia familiar pela atividade manufatureira.
b) O surgimento de uma atividade feudal mecanizada no campo europeu.
c) A aparição de uma nova classe social, o proletariado, desprovida de propriedade materiais.
d) O fim da burguesia feudal, substituída pela novaburguesia industrial.
e) Melhores condições para os trabalhadores, junto da
concessão espontânea de leis trabalhistas pelos patrões.
10) Relacione o processo de cercamento dos campos à mão-de-obra utilizada nas fábricas.

1

Respostas

  • Usuário do Brainly
2013-05-01T14:43:21-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.

1) b) A abundância de fontes de energia. 

A alternativa certa é a "b". A Inglaterra tinha abundância de ferro e carvão em suas ilhas, elementos imprescindíveis para a fabricação das máquinas e como fonte de energia.

 

2) e) na substituição da maquinofatura pela manufatura.

Como o exercício pede a incorreta,  a errada é a alternativa "e". Na Revolução, aconteceu justamente o contrário. Foi substituida a manufatura pela maquinofatura, ou seja, o modo caseiro e à mão de se produzir foi sendo deixado de lado, dando espaço para a produção em série, realizada pelas máquinas.

 

3) Diferencie quanto ao seu papel na produção, burguesia e proletariado.

Simples. A burguesia representava a "chefia". Ou seja, eram deles os equipamentos, as máquinas, as ferramentas, a matéria-prima, etc. E o trabalhador, que representava o proletariado, apenas usava sua força física para auxiliar na produção e realizar movimentos que a máquina não era capaz de fazer, além de usar sua força física para inúmeros reparos. Em linhas gerais, quem "botava a mão na massa" era o proletariado, enquanto a burguesia só enriquecia com o trabalho alheio.

 

4) No plano social, a industrialização contribuiu para o surgimento de uma massa operária que se amontoa noschamados bairros proletários. Cite as mudanças na vida dos trabalhadores no ambiente das fábricas.

Os trabalhadores tinham que cumprir uma carga horária pesada, além de não terem nenhuma estrutura trabalhista e humana, tanto nas fábricas quanto em suas casas. Além disso, o salário era baixíssimo, servindo apenas como o "aluguel" da força de trabalho.

 

5) Explique como a situação política inglesa ajudou a fazer da Inglaterra uma potência econômica no século XVIII.

Vários foram os fatores. Podemos destacar os altos investimentos no campo marítimo, tendo a Inglaterra acesso a várias colônias, o que possibilitava o comercio direto entre elas. Além disso, com a vitória na Guerra dos Sete Anos, ela foi ampliando seus dominios aumentendo seu poderio. Além, é claro, da instalação precoce de um governo burguês.

 

6) A industrialização mudou o mundo: a introdução de 
máquinas alterou a economia, a sociedade e as paisagens no mundo. Contudo, as alterações no modo de produzir já estavam em curso desde o século XV no mundo europeu. Estabeleça as diferenças entre os sistemas produtivos doméstico, manufatura e maquinofatura.

No sistema produtivo doméstico, a produção é feita para autossustento, ou seja, o que é feito é apenas para consumo, e não para vender. A manufatura já trata de produtos feitos a "mão", ou seja, roupas, artesanatos, armas, etc, sem nenhum envolvimento da equipamentos. Já a maquinofatura, faz parte do contexto da Revolução, onde as máquinas passaram a dominar o sistema de produção. 

 

7) a) o advento das máquinas na produção industrial; o estabelecimento do capitalismo; a formação da classe operária.

A correta é a alternativa "A". As máquinas agilizaram a produção, sendo o peça fundamental da Revolução. Também estabeleceu-se o capitalismo, profundamente influenciado pelas teorias de Adam Smith. Ou seja, instaurou-se um capitalismo de mercado, substituindo o capitalismo comercial (mercantilista).

 

8) Assinale V (verdadeiro) ou F (falso). 
Simultaneamente ao processo de acumulação de capitais, provenientes do comércio de escravos, pirataria e da descoberta das minas na América, a Inglaterra reaplicou seus lucros entrando numa era de grandes transformações que se denominou de Revolução Industrial. O (s) fator (es) que levou (aram) as grandes mudanças foi(foram): 
(F) a pequena propriedade inglesa, na época dos cercamentos, transformou-se em latifúndio, que empregava mão-de-obra assalariada e produzia grandes quantidades de alimentos. 
(F) do aumento de produção agrícola destacaram-se alimentos destinados ao mercado externo e o algodão que atendia às colônias americanas. 
(F) o uso das máquinas atraiu às cidades um grande número de camponeses que, transformados em operários urbanos, vão participar de uma era de bonança e melhoria de vida material. 
(V ) a Revolução Industrial possibilitou a exploração dos centros urbanos a concentração do capital, não modificando, entretanto, a precariedade das condições de moradia, a alimentação do operário urbano. 
(V) a Revolução Industrial modifica o cenário das classes sociais: a aristocracia (nobreza), que estava no topo da pirâmide, cede seu lugar à burguesia industrial que agora ocupa seu espaço.

 

9) c) A aparição de uma nova classe social, o proletariado, desprovida de propriedade materiais. 

Correto. A partir da Revolução, apareceu uma nova classe. Mesmo que os proletariados tivessem uma vida urbana, e ganhavam salário, a vida era simples e pobre.

3 4 3