Respostas

2014-02-26T18:02:52-03:00
O DNA autônomo dessas duas organelas mais o tamanho característico, sugere que elas apresentam origem bacteriana que foram fagocitada e que por algum motivo escaparam da digestão celular da célula predadora, e que passou a viver harmonicamente em simbiose, lhe fornecendo energia, em troca de proteção.