Uma empresa (S/A) abteve resultado positivo no ano, que gerou um dividendo de R$150.000,00 a ser rateado entre os quatro sócios. Como cada sócio possui o dobro de ações do sócio anterior, os valores a serem distribuidos são respectivamente de: a) R$37.500,00 para cada sócio b) R$15.000,00; R$30.000,00; R$45.000,00; R$60.000,00 c) R$10.000,00; R$20.000,00; R$40.000,00; R$80.000,00 d) R$5.000,00; R$25.000,00; R$45.000,00; R$75.000,00 e) R$10.000,00; R$25.000,00; R$45.000,00; R$70.000,00.

1

Respostas

2013-01-16T17:48:10-02:00

Sabe-se que os valores devidos ao primeiro sócio (P), ao segundo sócio (S), ao terceiro sócio (T), e ao quarto sócio (Q) estão diretamente relacionados à quantidade de ações que possuem, respectivamente x, 2x, 4x e 8x, e cada uma dessas razões corresponde a uma mesma constante (K):

P/x = S/2x = T/4x = Q/8x = K {P = kx, S = 2kx, T = 4kx, Q = 8kx}

A constante pode ser calculada somando os valores de P, S, T e Q e igualando-os ao valor a ser dividido:
kx + 2kx + 4kx + 8kx = 150000
15kx = 150000
k = 150000/15x = 10000/x

Uma vez obtida a constante é possivel determinar a quota que cabe a cada um:
P = kx – 10000/x.x (cancela os dois x) = 10000
S = 2kx = 2.10000/x.x (cancela os dois x) = 20000
T = 4kx = 4.10000/x.x ( cancela os dois x) = 40000
Q = 8kx = 8.10000/x.x ( cancela os dois x) = 80000

Portanto, a única alternativa que aponta os valores que cabe a cada sócio é a letra c.

1 5 1