Respostas

2014-03-02T15:18:23-03:00
Podemos entender quais são estas principais correntes com o estudo da historia da economia, pois a economia é influenciada pelo pensamento econômico de época, podemos colocar isto como um zeitgeist, espirito de época sobre o pensamento econômico, que alem disso ainda é modificado por conjuntos ideológicos tanto políticos, sociais, econômicos, ou uma mistura destes elementos. , o entendimento destas correntes é muito mais fácil se analisarmos de forma cronológica, conforme segue abaixo:

1. Mercantilismo

A economia como pode ser entendida tem seu nascimento na época do renascimento, uma vez que antes, a dificuldade causada pelo controle feudal e do clero era grande para todos os campos de estudo. 

Temos no começo, uma especie de embrião do livre comercio, chamado de Mercantilismo, o mercantilismo tem em seu amago um ideia tanto nacionalista ao defender que o caminho correto da economia não era mais da das associações de comerciantes que reinavam desde a baixa idade media, mas sim que os estado deveriam acumular riquezas, estas riquezas eram por sua vez mestais preciosos, assim se inicia a busca por uma balança comercial favorável, e sempre em superavit, tendo como caminho não o desenvolvimento da manufatura, mas sim da exploração e do comercio. 


2. Fisiocrático, o começo do livre comercio.

O objetivo fisiocrático é a ideia do livre comercio, que os preços e a mão de obra são controladas pelo mercado, pela lei da oferta e procura e concorrência, também trás um importante elemento, o do utilitarismo, sendo assim é preciso criar um meio de se medir o que é importante, é o que é supérfluo, e assim o valor de tais elementos. 

3. Liberalismo Econômico. 

Adam  Smith é considerado fundador do liberalismo econômico,ele trás uma nova visão sobre o liberalismo, pois alem da quantificação de valores ele considera o impacto social e estatal, sendo assim apoia que o estado não tenha quaisquer tipo de interversão na economia, e também considera importante existência de ricos e pobres, pois os pobres almejam algo, o poderio econômico, e assim ajudam e impulsionam o crescimento. 

4. Marxismo.

Temos o marxismo, que é uma oposição ao que foi falado ate agora, pois ao se opor ao capital, marx se opõe ao liberalismo, que prega o acumulo do capital. 

5. Keynes. 

A teoria Keynesiana propõe a interversão estatal na economia de determinado pais, procurava principalmente conservar a oferta de demanda e emprego, mas mantendo certa falta dos mesmos para conservar a inflação.

6. Monetarismo.

Defenda e ideia de que o estado deve controlar a distribuição monetária, ou seja a distribuição e emissão, circulação da moeda dentro de pais,de forma a controlar a inflação, sendo assim para controlara inflação, o estado deve controlar a criação monetária.

A outras correntes novas, que falam mais sobre taxas de impostos e assuntos estatais e globais de mercados competitivos e dinâmicos para investimento, mas não ha necessidade para a sua pergunta, caso seja para o ensino fundamental ou médio. 




2014-03-03T10:53:06-03:00
A História do Pensamento Econômico é um estudo da herança deixada pelos que escreveram sobre assuntos econômicos no transcurso de muitos anos.Antes da Renascença (séculos XV e XVI): era quase impossível a visualização da Economia como campo específico de estudo, pois tudo era contra: a dominação do Estado e da Igreja, a força dos costumes e as crenças religiosas e filosóficas, a natureza e a amplitude limitada da atividade econômica. No entanto, a atividade econômica para a satisfação de necessidades ocorreu em todas as épocas da Histórias humanas.