Respostas

2014-03-09T23:36:00-03:00
Fiz uma biografia dele para o ano passado, talvez lhe ajude. 

Napoleão Bonaparte, ou Napoleone Di Buonaparte seu nome de batismo,  é conhecido por ter sido um general e imperador da França, que conquistou o poder sendo apoiado pelos girondinos na Revolução Francesa. Tem seu nome imortalizado por suas diversas conquistas em quase dez anos de poder e neste período adotou o título “Napoleão I”. Napoleão nasceu em Ajaccio, capital da ilha de Córsega na França, no dia 15 de agosto de 1769. Filho de Carlos Maria Bonaparte, jurista, e de Letízia Ramolino, descendentes de família de pequena nobreza da Ligúria, Itália. Segundo Filho de uma família de sete irmãos. Um ano antes de nascer, sua ilha natal, a Córsega, foi cedida à França por Gênova. Seu passado com uma relativa nobreza permitiram que ele tivesse boas oportunidades na educação que era acima da média da época para a região onde vivia. Ele falava com sotaque córsego e apesar de seus esforços, nunca aprendeu a soletrar corretamente. Com as provocações de outros estudantes por conta de seu sotaque, se dedicou bastante na leitura. Era notavelmente dedicado em matemática e gostava muito de história e geografia. Em uma espécie de teste vocacional foi sugerido que ele seguisse na carreira naval. Ao completar seus estudos em Brienne, entrou para a “Escola Militar de Paris”, e ainda que sempre interessado em uma formação naval, acabou estudando para se tornar oficial de artilharia. Apesar de diversas informações sobre sua formação na artilharia, seu empenho e determinação o fizeram tenente da artilharia do exército francês com apenas 19 anos. Napoleão contou com a ajuda do governo para cursar as duas Escolas. Em 1793, sua ilha natal foi invadida pela Inglaterra e fez com que sua família do futuro imperador fosse exilada em Toulon, cidade também tomada pelos ingleses. O talento de estrategista de Napoleão, que mais tarde assombraria o mundo, começou a germinar. Com a invasão, Napoleão propôs um plano de contra-ataque para expulsar os invasores de Toulon que foi muito bem aceito pelo governo que executou com sucesso, com esta vitória Bonaparte ficou conhecido como um general com muitos méritos. Recebeu sua primeira grande tarefa de sua longa carreira militar que era comandar o Exército Francês que lutava na Itália. O futuro imperador venceu muitas batalhas como líder, porém apenas em sua vitória contra Áustria ele passou a se considerar um homem predestinado a realizar grandes feitos. Depois da Itália e da Áustria, seguiu para o Egito onde fez um dos seus mais famosos discursos. Os franceses foram derrotados e Napoleão e o seu exército voltaram a França, porém a popularidade do general não parava de crescer. Com esta popularidade e suas vitorias anteriores, sob comando de Napoleão, foi possível a queda dos governantes da França e foi assim que a França entrou na “Era Napoleônica”. O ideal revolucionário “Liberdade, igualdade e fraternidade” foi ignorado, com uma forte censura, Napoleão conseguiu praticamente acabar com a oposição na França. Sua interferência em todos os assuntos do país era tão grande, que chegou a a assinar um acordo entre a Igreja Católica e o Estado. Com a sua popularidade, não demorou muito para que Napoleão assumisse o novo regime monárquico.  Em um ato surpreendente, o imperador retirou a coroa das mãos do papa Pio 7º, que tinha viajado exclusivamente para a cerimônia, e a colocou em sua cabeça. Em seguida, também coroou a sua esposa, Josefina. A fama do general já tinha conquistado o mundo e a França não parava de anexar novos territórios em comando de Napoleão. Em 1806, é decretado o bloqueio continental contra a Inglaterra, feito para enfraquecer o país. Napoleão foi colhendo inimigos com uma disposição incomum para as batalhas, sua fama começou a ruir quando ordenou a invasão da Rússia. Com o inverno rigoroso, o exército de russos não se entregou a Napoleão pois imaginava que com o frio a única alternativa foi recuar. Há histórias que de de um total de 600 mil homens apenas 37 mil sobreviveram e retornaram. Com a derrota, o general viu seus inimigos invadirem a França e foi obrigado a renunciar seu trono, sendo exilado na ilha de Elba. Após isto, tentou retornar ao poder governando por 100 dias, sendo exilado novamente na ilha de Santa Helena, onde morreu. Uma explicação para o sucesso militar de Napoleão é seu talento de estrategista, a sua facilidade para empolgar soldadas com promessas de glória e riqueza e o seu grande espírito de liderança. Apesar de ser grande estrategista no campo de batalha, o general era um jogador de xadrez medíocre, usava formas ilegais de jogo que nunca eram discutidas por seus oponentes por medo de serem castigados.  
1 5 1