Respostas

A melhor resposta!
2014-03-12T23:38:22-03:00
Tanto a unificação alemã quanto a unificação italiana foram manobras políticas (no caso da alemã também foi essencialmente econômica) orquestradas pela burguesia de países preexistentes (Prússia e Pielmonte e Sardenha, respectivamente). Era interessante para estes países, muito fortes política e economicamente, unificarem os territórios próximos e que tinham uma cultura e uma língua muito semelhantes, mas padrões de medida, normas, taxas e burocracia que atravancavam o desenvolvimento econonômico, por conta da descentralização política. Ao conseguirem contornar estes problemas, nasciam mais duas grandes potências industriais na Europa do século XIX. 
Como eram países industriais, precisavam de matérias primas e mercados consumidores para suas indústrias (daí o interesse da burguesia nas unificações), e entraram em conflito com as outras potências Européias, que há muito já haviam passado por tal processo. O conflito das potências detonou uma guerra, que ficou conhecida como Primeira Guerra Mundial.
1 5 1