Tarefa

Foto de perfil do usuário Tauanaa

que característica da cultura egípcia foi decisiva para a grandiosidade de sua arquitetura? cite um exemplo de obra arquitetônica que evidencie isso.

que característica da cultura egípcia foi decisiva para a grandiosidade de sua arquitetura? cite um exemplo de obra arquitetônica que evidencie isso.

por Tauanaa

Tem dúvidas sobre esta tarefa? Pergunte!

Peça mais detalhes ao usuário Tauanaa

Respostas

Respostas

Foto de perfil do usuário Shouky
A melhor resposta! Shouky respondeu

A sua religiosidade foi um grande marco para a construção de grande obras. Muitos ainda não sabem, mas as pirâmides são enormes túmulos onde as múmias eram preservadas, pois acreditavam que um dia a alma retornaria para o mesmo corpo.

  • Comentários
  • denunciar!
  • Obrigado (19)
  • Avaliar Avaliar: 4, Votos: 14

Comentários

Escreva aqui seu comentário...
Foto de perfil do usuário Smaug
Smaug respondeu

                                                        Arquitetura Egípcia!!!

Os arquitetos no antigo Egito eram considerados as pessoas que realizavam os grandes sonhos dos faraós. O arquiteto possuía uma gama de trabalhadores que o cercavam tais como escribas e pessoas que faziam as medidas dos locais das obras. Qualquer tipo de construção envolvia uma grande logística e um planejamento que até hoje é abordado pelos principais egiptólogos.

Segundo MILLARD (1975, p. 40) “Os egípcios não tinham guindastes nem roldanas. Todos os seus monumentos foram erguidos com a ajuda de rampas de cascalho e areia. Os grupos de homens arrastavam blocos de pedra pelas rampas acima. Por vezes, colocavam-se rolos por baixo dos blocos para que se movessem mais facilmente. Os blocos eram dispostos em uma camada de cada vez. As pirâmides de Gizé são as maiores e as mais bem construídas de todas as pirâmides. Foram utilizados enormes blocos de pedras em toda a parte. O revestimento exterior era feito de blocos do mais fino calcário branco. Posteriormente, as pirâmides tornaram-se mais pequenas e algumas delas tinham pequenos blocos de pedra e cascalho no interior, enquanto outras apenas tinham tijolos de barro[...]

Para construir um templo, os egípcios marcavam a planta no chão e depois colocavam as bases das colunas e a primeira camada de blocos para as paredes. Os espaços entre os blocos eram enchidos com areia, proporcionando uma superfície plana, sobre a qual se colocava a nova camada de pedras. Utilizavam uma rampa sempre crescente, ao longo da qual as pedras eram arrastadas. Depois de aplicada cada camada, acrescentavam mais areia para alisar de novo a superfície. A areia era então retirada e ao mesmo tempo, faziam-se as decorações.”

A arquitetura mais comum no antigo Egito eram os templos. Eles possuíam uma decoração que era inspirada na paisagem egípcia. Papiros, flores de lótus e palmeiras eram algumas das principais decorações dos templos egípcios. A entrada dos templos, geralmente era feita por caminhos que continham esfinges de ambos os lados. Os templos egípcios eram enormes e estavam sustentados por colunas.


Templo de Ramsés II em Abu Simbel



Porém sem dúvida alguma, as mais belas e impressionantes obras arquitetônicas do período faraônico foram as pirâmides. A pirâmide em degraus ou escalonada foi uma obra-prima idealizada pelo mais famoso arquiteto do antigo Egito; Imhotep para o faraó Djoser na terçeira dinastia. Antes de Imhotep o lugar de descanso dos faraós eram as mastabas.

 

Pirâmide de Djoser



Posterior a pirâmide de degraus, surgiram outras pirâmides com formatos diferentes; veja mais sobre pirâmides clicando aqui. Foi na quarta dinastia que o desenho das pirâmides foram modificados originando as tradicionais pirâmides que conhecemos hoje. As mais famosas dessa arquitetura são as pirâmides do complexo de Gizé.


Pirâmides de Gizé (Giza)



As esfinges egípcias também eram uma bela forma arquitetônica. Geralmente existiam inúmeras esfinges que ficavam de ambos os lados das estradas que davam acesso aos templos. As esfinges mais comuns eram estátuas com corpo de leão e cabeça humana (geralmente de faraós). Conheça mais sobre as esfinges,clicando aqui.

Esfinge de Gizé (Giza)



Os obeliscos eram também outras formas de arquitetura egípcia. Tinham o formato de colunas com lados lisos e em sua ponta seu formato era triangular (piramidal). Sua principal função era de cunho religioso e servia para os egípcios homenagear os Deuses.

 

Obeliscos de Thotmes III e da Rainha Hatshepsut em Karnak



Existiam ainda outras formas arquitetônicas no antigo Egito. Como entradas de templos que eram uma verdadeira obra de arte, ou salas que eram sustentadas por diversas colunas, conhecida popularmente como hipóstila. Que apesar de fazerem parte dos complexos dos templos eram de uma beleza ímpar.

Hipóstila – Em Karnak



Abaixo uma dessas entradas que foi construída no reinado de Ramsés III, onde retratam o faraó em sua extensão.

Templo de Ramsés III, Abertura Superior (Portal), em Karnak.

 
  • Comentários
  • denunciar!
  • Obrigado (6)
  • Avaliar

Comentários

Escreva aqui seu comentário...