"Dois bilhões de pessoas sobrevivem sem água potável. Nunca na história um tão grande número de deslocados e refugiados. O fenômeno dos sem-teto, curiosidade na primeira metade do século XX, hoje é um fato banal presente em todas as grandes cidades do mundo. O desemprego é algo tornado comum. Ao mesmo tempo, ficou mais difícil do que antes atribuir educação de qualidade e, mesmo, acabar com o analfabetismo. A pobreza também aumenta. No fim do século XX havia mais 600 milhões de pobres do que em 1960; e 1,4 bilhão de pessoas ganhavam menos de 1 dólar por dia."

Após a análise da Figura e da leitura do fragmento, bem como o estudo da Unidade 1
do CRC de Geografia Regional II, discuta no Fórum a seguinte questão:


O subdesenvolvimento e a Globalização, o que muda e o que permanece nos dias atuais?

2

Respostas

  • mnd
  • Ambicioso
2014-03-19T17:46:53-03:00
Subdesenvolvimento e globalização; há os que defendem a globalização como algo bom, e há os que acham que não é algo tão bom. Veja o porque os países de média e baixa renda (América latina, Ásia e África)que exportam commodities (mercadorias em inglês), o Brasil é produtor de alumínio,ferro, soja, café etc..., e os preços são dados internacionalmente, então quem quiser exportar tem que vender pelo preço internacional. Esse preço não paga a degradação ambiental, e nem a má qualidade de vida do trabalhador pobre que vai resultar em problemas de saúde que o bem maior de cada um de nós. 
Tudo isso é estimulado pelo capitalismo, que estimula o consumismo imediato, não sendo preservando nada para o futuro. 
O que permanece é essa exploração dos países pobres em que ficam com os processos produtivos mais poluentes porque não tem uma legislação ambiental mais rigorosa ou não é cumprida, o próprio sistema à custa do "desenvolvimento"  consequência disso problemas de saúde. O que muda? O mundo não tem como aguentar esse sistema com o crescimento da população as iniquidades aumentarão também. 
1 5 1
2014-03-19T18:56:55-03:00
O que mudou foram as inovações tecnológicas. Tudo o que há é substituído. E essa substituição é em prol dos países desenvolvidos que buscam manter sua influência, qualquer que seja ela (militar, política, econômica, cultural) sobre os países subdesenvolvidos.
Embora haja diferenças entre os países subdesenvolvidos, com raras excessões eles mudarão seu status, para país desenvolvido.
Assim, a globalização, nada mais é do que um sistema que mantém no poder os que sempre estiveram no poder, ainda que os poderosos se revezem em grandeza de influência.
Aos poucos influentes, restam conviver com suas limitações.