“A

identidade negra não surge da tomada de consciência de uma diferença de
pigmentação ou de uma diferença biológica entre populações negras e
brancas e/ou negras e amarelas. Ela resulta de um longo processo
histórico que começa com o descobrimento, no século XV, do continente
africano e de seus habitantes pelos navegadores portugueses,
descobrimento esse que abriu o caminho às relações mercantilistas com a
África, ao tráfico negreiro, à escravidão e, enfim, à colonização do
continente africano e de seus povos.” kabengele Munanga, Algumas
considerações sobre a diversidade e a identidade negra no Brasil.

O Tráfico Negreiro:




















atingiu maciçamente o continente africano sem maiores efeitos sociais e econômicos em outros continentes;







nasceu no continente africano, para atender a demanda interna crescente do continente, após a Revolução Industrial;






constitui a maior fonte de renda e riqueza do Sistema Mercantil;






foi o único responsável pela riqueza e renda do Reino Unido ao longo do século XVII;





a
América fora o continente de maior demanda por africanos durante o
período colonial mercantil; sua exploração ao longo dos séculos XIV e
XV garantiu o suporte econômico e financeiro as Grandes Navegações.



Peça mais detalhes ao usuário Jocelia16

Respostas Sair

Não está muito seguro sobre a resposta?

Mais respostas

Ajuda gratuita
com as lições de casa!

Tem problema com sua lição de casa?
Peça ajuda gratuita!

80% das perguntas são respondidas dentro de 10 minutos

Não apenas respondemos - nós explicamos!

A qualidade é garantida pelos nossos especialistas