Respostas

2014-03-22T12:57:38-03:00
- É o termo da oração que se refere a um substantivo, a um pronome ou a uma oração, para explicá-los, ampliá-los, resumi-los ou identificá-los. Mais comumente o aposto é marcado por uma pausa entre o termo que se refere, mas não é regra geral.

Exemplos:

· Àquela hora a avenida Brasil estava intransitável.

· O resto, isto é, as louças, os cristais e os talheres, irá nas caixas menores.

· Este advogado, como representante da comunidade, é imprescindível.
1 2 1
2014-03-22T13:48:53-03:00
Aposto é um termo que se junta a outro de valor substantivo ou pronominal para explicá-lo ou especificá-lo melhor. Vem separado dos demais termos da oração por vírgula, dois-pontos ou travessão.

- Por Exemplo: 
Ontem, segunda-feira, passei o dia com dor de cabeça.

Segunda-feira
 
é aposto do adjunto adverbial de tempo ontem. Dizemos que o aposto é sintaticamente equivalente ao termo a que se relaciona porque poderia substituí-lo.

Veja: 
Segunda-feira passei o dia com dor de cabeça.

Obs.: Após a eliminação de ontem, o substantivo segunda-feira assume a função de  adjunto adverbial de tempo.

Veja outro exemplo: Aprecio todos os tipos de música: MPB, rock, blues, chorinho, samba, etc.

Objeto Direto: Todos os tipos de música:

Aposto do Objeto Direto: MPB, rock, blues, chorinho, samba, etc.

Se retirarmos o objeto da oração, seu aposto passa a exercer essa função: Aprecio MPB, rock, blues, chorinho, samba, etc.

Objeto Direto:
MPB, rock, blues, chorinho, samba, etc.

Obs.: o termo a que o aposto se refere pode desempenhar qualquer função sintática (inclusive a de aposto).

Por Exemplo: Dona Aida servia o patrão, pai de Marina, menina levada.

Analisando a oração, temos: pai de Marina = aposto do objeto direto patrão.
menina levada = aposto de Marina. 

Espero que tenha entendido :)
1 5 1