PUC SP) Mostraram-lhes um carneiro; não fizeram caso dele. Mostraram-lhes uma galinha; quase tiveram medo dela, e não lhe queriam por mão. Depois lhe pegaram, mas como espantados. Deram-lhes ali de comer: pão e peixe cozido, confeitos, bolos, mel, figos-passa. Não quiseram comer daquilo quase nada; e se provavam alguma coisa, logo a lançavam fora. Trouxeram-lhes vinho em uma taça; mal lhe puseram a boca, não gostaram dele nada, nem quiseram mais. “A carta de Pero Vaz de Caminha”, maio de 1500. Extraído de Dea Ribeiro Fenelon. 50 textos de história do Brasil. São Paulo: Hucitec, 1986, p. 23. O documento mostra um dos primeiros contatos entre portugueses e nativos do atual Brasil. Podemos dizer, entre outras coisas, que a carta, na sua íntegra, demonstra a Alternativas 1 - superioridade técnica dos europeus em relação aos indígenas e os motivos de a conquista portuguesa não ter enfrentado resistência. 2 - necessidade de reeducar os hábitos dos indígenas, cuja alimentação cotidiana era muito menos diversificada que a dos conquistadores. 3 - importância da chegada dos portuguesas ao continente americano, pois eles trouxeram melhores alimentos e melhores hábitos de vestimenta. 4 - variedade de hábitos culturais de europeus e indígenas, ao expor diferenças nas vestimentas, nos utensílios e na alimentação. 5 - harmonia plena com que se deram as relações entre conquistadores e conquistados, que se identificaram facilmente. Sua resposta

2

Respostas

2013-05-21T19:23:22-03:00

1 - superioridade técnica dos europeus em relação aos indígenas e os motivos de a conquista portuguesa não ter enfrentado resistência.

3 1 3
2013-05-21T21:41:56-03:00

superioridade tecnica dos europeus em relação aos indigenas e os motivos de a conquista portuguesa não ter enfrentado resistencia.

3 1 3