Respostas

2014-04-03T16:14:59-03:00
em um momento de crises ambientais, onde as incertezas pairam sobre as consequências da má intervenção humana no meio ambiente, é de suma importância a busca constante de melhoras para se tentar preservar os recursos naturais. Dessa forma, pode-se dizer que o objetivo maior desse trabalho é apontar se existe ou não a possibilidade de combinar a Gestão Ambiental e o principal instrumento do Direito Ambiental, o Estudo Prévio de Impacto Ambiental. Assim, foi analisado os embasamentos, instrumentos, conceitos e princípios dos dois sujeitos dessa pesquisa e chegou-se a conclusão que ambos, apesar de não serem sinônimos, são extremamente semelhantes e que o Estudo Prévio de Impacto Ambiental pode e deve ser um instrumento da gestão ambiental, principalmente pelo fato de ambos partilharem de natureza predominantemente preventiva. Tal interação acaba por repercutir de forma positiva na conservação dos bens naturais existentes, conciliando a já falada preservação com o desenvolvimento econômico.