As características da tragédia na Grécia Antiga.
O teatro trágico surge e se consolida num momento de transformação da sociedade grega. Estão relacionadas a essa transição o surgimento do alfabeto escrito, a moeda e a dessacralização da palavra (isto é, a palavra passa a ser valorizada fora da esfera do sagrado).
Aristóteles, por sua vez, no texto conhecido como Poética, formalizou um estudo sobre a tragédia e ressaltou, de modo analítico, suas principais características.
Para explicitarmos mais a importância da tragédia no contexto social grego do século V a. C. citamos o francês, especialista no estudo da cultura grega antiga, Jean Pierre Vernant:
A Tragédia e o advento da ConsciênciaTrágica, do HomemTrágico“A invenção da tragédia grega na Atenas do século V [...] abrange a produção de uma consciência trágica, o advento de um homem trágico. As obras dos dramaturgos atenienses exprimem e elaboram uma visão trágica, um modo novo de o homem se compreender, se situar em suas relações com o mundo, com os deuses, com os outros, também consigo mesmo e com seus próprios atos.”
(VERNANT, p. 89)
A Tragédia e o confronto com a Condição Humana“O drama antigo explora os mecanismos pelos quais um indivíduo, por melhor que seja, é conduzido à perdição, não pelo domínio da coação, nem pelo efeito de sua perversidade ou de seus vícios, mas em razão de uma falta, de um erro, que qualquer um pode cometer. Desse modo, ele desnuda o jogo de forças contraditórias a que o homem está submetido, pois toda sociedade, toda cultura, da mesma forma que a grega, implica tensões e conflitos.
Dessa forma, a tragédia propõe ao espectador uma interrogação de alcance geral sobre a condição humana, seus limites, sua finitude necessária.”

A partir do exposto acima explique:com resposta de 15 a 20 linhas em cada atividade
1. As características da tragédia grega ressaltando o que Aristóteles entende por catarse.
2. Por que o homem trágico (isto é, o herói da história trágica) é considerado problemático e em conflito com a realidade vivida.

1

Respostas

A melhor resposta!
2014-04-05T11:00:40-03:00
1- A tragédia grega(derivada do teatro dramático),  tem como essência a exaltação da figura humana, passando por situações quase impossíveis de se realizar, e se superando, as vezes até mesmo superando os deuses. Segundo Aristóteles, o homem passa por um estagio de "purificação" da alma, um tipo de elevação espiritual, que se chega através da tragédia, ao reconhecer sua grandeza e capacidade de superação, frente as desventuras passadas pelo herói, e a identificação com o mesmo, vendo a glória de seus antepassados e tentando alcançar algo grandiosamente semelhante. É mais um dos exemplos do antropocentrismo grego, que tinha como essência a valorização humana acima de tudo.
2- O homem trágico tem que superar extremas dificuldades, para que a tragédia surta efeito em seu público, visto que a essência da tragédia é a exaltação do homem, este precisa se sentir superior que seus problemas e desafios, e para que isso aconteça, o herói precisa passar por esses desafios e transcender a realidade vivida, para um estágio de supremacia em relação ao anterior, e o efeito da catarse, só pode ser eficaz com a sensibilização do espectador, que só pode ser alcançado com a problematização e dramatização da situação vivenciada pelo herói trágico.
3 5 3
Marcelo voce retirou essas resposta baseado em quais sites preciso colocar fontes de pesquisas. obrigada
eu não usei fontes mas provavelmente deve ter algo a respeito nos sites "brasil escola" ou "infoescola" talvez até mais aprofundado.
obrigado
obrigada pela ajuda!