No
mundo antigo, de forma específica no mundo grego clássico, o trabalho,
embora necessário, tinha um conceito negativo perante a classe
dominante, mas não de forma absoluta, ou seja, existiam trabalhos que
realmente permitiam aos homens exaltarem os seus valores, como por
exemplo, o campo de batalha. Essa aparente dicotomia entre trabalho e
luta, tinha como fundamento:



ALTERNATIVAS





O trabalho era reservado
somente às mulheres, escravos e filhos por questões meramente de ordem
hierárquica, não havia justificativa política e sim de relação de poder
pela força bruta.









O trabalho era entendido como
um obstáculo à participação política na pólis (cidade), e para ser
considerado cidadão grego era necessário a constância nesta
participação.









A razão é que o mundo grego
nunca foi muito afeito ao trabalho e esta foi inevitavelmente uma das
causas de seu declínio, logo que os romanos começam a sua ascensão.









Porque era preciso proteger os
homens do trabalho, preservando-os para as grandes batalhas, quando a
sua força física e virilidade seria extremamente necessária e
insubstituível.









A verdadeira razão é que os
homens precisavam dedicar suas vidas a adoração dos deuses e as
atividades relacionadas aos templos sagrados.

















1
Acredito ser a 4ª alternativa.
Eu estou na maior duvida.
Acabei de alterar a minha para a 2 alternativa, dica do nosso colega MarceloZuffo, resposta com conhecimento...pode acreditar!!!
Ok, vou alterar tb. Obrigada!

Respostas

A melhor resposta!
2014-04-07T22:08:57-03:00
A alternativa correta é a segunda.
Na sociedade grega, era praticado o que se chama de "culto ao ócio", o ócio não era visto com conotação negativa que nem hoje (que é quase sinônimo de vagabundagem), e sim como uma algo vital para a sociedade, de modo que o único caminho para ter uma sociedade com uma sólida organização política, é tendo um grande números de escravos, para realizar o trabalho manual, enquanto o "cidadão grego" possa exercer sua atividade politica, reservando-se para o luxo de ter tempo para pensar em questões politicas, sem se preocupar com tarefas que possam tomar seu "prescioso" tempo.
Portanto a democracia grega (por mais contrastante que isso possa parecer), tinha como base de sustentação o trabalho escravo, o que era essencial para o exercício da política para os cidadãos (que eram minoria em relação ao escravos). 

1 5 1
Obrigado, vou alterar minha resposta...obrigado
de nada. Esse erro é comum, ainda mais com esse texto no enunciado, que induz diretamente pra quarta alternativa.
Obrigada pela ajuda pessoal!
Tem certeza que seja a Letra B, pois também tinha marcado letra D.
tenho sim, a alternativa D era a pegadinha da questão, tanto que o enunciado leva a pensar que é a certa, mas a alternativa B é a que mais representa a visão grega, como disse Platão "desfrutem do tempo livre e preparam os seus discursos em paz e em tempos de ócio. apenas os preocupa alcançar a verdade" em que ele destaca o valor do "ócio" e o "tempo livre" na obtenção da verdade e da participação política dos cidadãos.