Respostas

A melhor resposta!
2014-04-10T21:36:08-03:00
Seres Unicelulares : Que tem só uma célula ex : bactérias 
Pluricelulares : Que tem muitas bactérias 
Heterotróficos: Seres que n são capazes de produzir seu próprio alimento
Autotróficos: Seres que são capazes de produzir seu próprio alimento
Reprodução asexuada : Reprodução de uma só ameba que forma outras idênticas
Reprodução sexuada encontro dos gametas : Feminino, masculino 
Espermatozoide , Óvulo que n forma seres idênticos. 
Seres eucariontes seres que tem células eucarióticas ou seja com um núcleo rodeado por uma membrana chamada carioteca.
Os procariontes são organismos unicelulares eles n tem organelas e seu citoplasma n é dividido  em compartimentos e também n tem a membrana que envolve a célula o DNA dos procariontes, muitas vezes é composto por somente um cromossomo  circular, ele se localiza numa área chamada nucleoide no citoplasma
1 5 1
A e desculpe a fermentação é um processo anaeróbico de transformação de uma substancia em outra produzida a partir de microrganismos
Tá um pouquinho embolado + deu pra entender.. Thank you :D
kkkkk Ok desculpe
Minha pergunta n ta sendo enviada
Pluricelulares são os q tem mtas celulas sorry até eu me confundi kkkk
2014-04-10T21:38:20-03:00
Seres unicelulares são seres vivos que tem, somente uma célula como bactérias. Eles são divididos em dois grupos são eles procariontes seres unicelulares, sem um sistema de endo membrana, nem organelas, não tem carioteca envolvendo o material genético, e eucariontes que possuem uma verdadeira membrana nuclear.

Seres pluricelulares são seres que tem mais de uma célula, como nós seres humanos, animais e etc.
Nós seres humanos temos chegamos a ter mais de 5 milhões de células então somos seres pluricelulares, outro ser pluricelular são as plantas que fazem a fotossíntese.
Autotrofos: Os seres vivos, como plantas e as algas que realizam a sua nutrição por meio da fotossíntese.  Heterotrofos: Os seres vivos, que buscam energia se alimentando de outros seres vivos pois são incapazes de produzir energia sozinhos (através da fotossíntese).  As células procariontes ou procarióticas, também chamadas de protocélulas, são muito diferentes das eucariontes. A sua principal característica é a ausência de carioteca individualizando o núcleo celular, pela ausência de alguns organelas e pelo pequeno tamanho que se acredita que se deve ao fato de não possuírem compartimentos membranosos originados por evaginação ou invaginação. Também possuem DNA na forma de um anel não-associado a proteínas como acontece nas células eucarióticas, nas quais o DNA se dispõe em filamentos espiralados e associados à histonas. Estas células são desprovidas de mitocôndrias, plastídeos, complexo de Golgi, retículo endoplasmático e sobretudo cariomembrana o que faz com que o DNA fique disperso no citoplasma. As células eucariontes ou eucarióticas, também chamadas de eucélulas, são mais complexas que as procariontes. Possuem membrana nuclear individualizada e vários tipos de organelas. A maioria dos animais e plantas a que estamos habituados são dotados deste tipo de células. É altamente provável que estas células tenham surgido por um processo de aperfeiçoamento contínuo das células procariontes. Não é possível avaliar com precisão quanto tempo a célula "primitiva" levou para sofrer aperfeiçoamentos na sua estrutura até originar o modelo que hoje se repete na imensa maioria das células, mas é provável que tenha demorado muitos milhões de anos. Acredita-se que a célula "primitiva" tivesse sido bem pequena e para que sua fisiologia estivesse melhor adequada à relação tamanho × funcionamento era necessário que crescesse. Acredita-se que a membrana da célula "primitiva" tenha emitido internamente prolongamentos ou invaginações da sua superfície, os quais se multiplicaram, adquiriram complexidade crescente, conglomeraram-se ao redor do bloco inicial até o ponto de formarem a intrincada malha do retículo endoplasmático. Dali ela teria sofrido outros processos de dobramentos e originou outras estruturas intracelulares como o complexo de Golgi, vacúolos, lisossomos e outras. Na reprodução sexuada há encontro de gametas e fusão dos genótipos de 2 indivíduos diferentes mas da mesma espécie. 
Por exemplo o pólem masculino de uma planta fertiliza a oosfera feminina de uma outra planta, ou, o espermatozóide masculino de um animal fecunda o óvulo feminino de outro animal. 
Na reprodução sexuada nem sempre tem a cópula entre um ser e outro, ás vezes quem faz o transporte do gameta são outros seres como borboletas, abelhas, morcegos etc... polinizadores que tocam nas flores de flor em flor e vão fazendo a polinização. 

Na reprodução assexuada não há troca de gametas, um indivíduo se divide em 2 e forma uma cópia idêntica a ele próprio. 
É o caso por exemplo de bactérias que fazem a reprodução assexuada por bipartição ou cissiparidade, estrangula-se no meio e se divide em duas. Há também a reprodução assexuada por brotamento, você pega um galho de uma planta, esse galho produz raízes e se torna em outra planta igual à aquela de onde saiu o galho e forma um broto que gera outro indivíduo daquela espécie sem ter havido atividade sexual, a= não; assexuada = sem sexo. 
  A fermentação é um processo de geração de energia no qual ocorre a oxidação incompleta de substâncias orgânicas, como a glicose, em contraposição à oxidação completa que ocorre na respiração celular. Logo, na fermentação, nem todas as ligações covalentes entre os átomos de carbono serão rompidas, e, assim, esse processo libera menos energia que a respiração celular energia que será armazenada nas ligações entre os grupos fosfato do ATP.  
1 5 1
Kkk Só era necessario uma frase em cada termo. + mesmo assim muito obrigado, você foi muito corajosa de escrever esse texto todo.
:( nossa desculpe se eu n ajudei mas tive intenção de ajudar
kkkkk acho que impolgueei.. Amoo Biologia
kkkkkkk e to aki com umas perguntinhas sobre a era feudal e o islamismo mas elas n estão sendo enviadas no site