Sobre a teoria do branqueamento no Brasil é correto afirmar:
Na tese do branqueamento não há, em hipóteses alguma a ideia de melhoramento genético por meio da mistura entre brancos e negros.
O negro, sendo uma raça superior, seria predominante sobre a branca, garantindo a melhoria genética da prole. A teoria do branqueamento foi de tal forma imposta que os próprios negros passaram a ter vergonha de si mesmo desprezando suas origens. Frases do tipo “Ele é branco e belo” e “O preto é amaldiçoado por Deus”, jamais circulavam nas esferas sociais brasileira.
A ideologia do branqueamento não pode ser considerada uma espécie de darwinismo social que apostava na seleção natural em prol da “purificação étnica”.

1

Respostas

2014-04-14T17:10:04-03:00
A teoria do branqueamento foi de tal forma imposta que os próprios negros passaram a ter vergonha de si mesmo desprezando suas origens.