Recentemente a mídia tem evidenciado o fenômeno social,
chamado de “rolezinho” nos shoppings. A ministra da Igualdade Racial, Luiza Bairros (PT), afirma que
os jovens que participam dos "rolezinhos" em shoppings são vítimas de
"discriminação racial explícita". Para a ministra os "problemas dos
"rolezinhos" decorrem da reação de clientes brancos que se assustam com os jovens.

Com base no conteúdo estudado na disciplina e textos
complementares, analise o fenômeno, destacando a discriminação, as relações
étnico-raciais, a igualdade de direitos e a valorização das diferenças.

1

Respostas

2014-04-17T14:39:40-03:00
A minha empresa foi pioneira à prestar serviços para shoppings no País. Passei a vida dentro de inúmeros deles em diversos Estados. O Morumbi Shopping e o Shopping Ibirapuera, em São Paulo, o Shopping Ribeirão em Ribeirão Preto, o Flamboyant Shopping em Goiânia, são alguns exemplos, enfim, não é preciso seram preto, branco, amarelo para amarelar vendo um grupo grande de jovens, mesmo que estiverem para fins pacíficos. Qualquer imbecil sabe que quando o ser humano se aglorema, em grandes grupos, sejam pessoas jovens ou idosas, é criada uma "segunda força", uma "segunda energia". Quer dizer, ficamos parecidos ao gado. Um barulho qualquer pode estourar a "manada". Shopping é um lugar para compras e lazer não para reuniões ou manifestações envolvendo tanta gente jovem, inexperiente ainda, claro, estão em formação.Por que não fazem tais reuniões em grandes parques. Atrairiam a imprensa mundial, ao invés de ficarem assustando as pessoas e até gabando-se do fato.. Divertir sem tirar a diversão do próximo.. 
Por erro de digitação a palavra aglomera teve as duas sílabas "trocadas". Peço desculpas.