Respostas

2014-04-22T18:21:08-03:00
Nos últimos quarenta anos, o Parque Estadual do Itacolomi (PEI), localizado na região de Ouro Preto, Minas Gerais, esteve sujeito a várias mudanças em seus padrões de uso e ocupação do solo. Essas mudanças foram registradas e quantificadas através de sensoriamento remoto e técnicas de geoprocessamento, com as quais se efetuou o mapeamento das transformações no uso e na ocupação da área durante essas quatro décadas. A fim de se avaliarem as mudanças no uso e ocupação, foram definidas as seguintes classes vegetacionais: Floresta Estacional Semidecidual, Campos Rupestres e Áreas antropogênicas. Primeiramente, foram comparados os mapeamentos de uso da terra de 1966 e 1974, definidos como primeiro período de análise, depois, 1974 e 1986, considerados segundo período de análise; e, por último, o terceiro período de análise: 1986 e 2000. As mudanças que ocorreram no PEI foram predominantemente de origem antrópica, com uma maior intensidade nos anos setenta. Como resultado do abandono dessas atividades e, também, devido a um maior monitoramento e controle das ações antrópicas efetuadas no PEI nas décadas seguintes, as áreas abandonadas foram pouco a pouco sendo ocupadas por plantas pioneiras como as candeias, recuperando a região.
Obs: acho que esta certo olh aí!