Respostas

2014-04-25T20:29:19-03:00
 A exclusão só pode acabar quando as oportunidades de inclusão forem iguais para todos. Isso só pode acontecer quando a escola dos excluídos for igual à escola dos não excluídos, pois ambos terão oportunidades iguais. Como os recursos são escassos a solução é acabar com o ensino grátis em todos os níveis e oferecer crédito para ensino a TODOS que precisarem, os quais poderão devolver depois que estiverem trabalhando, averbando 2% do salário para pagamento do crédito educativo ou prestação de serviços, por exemplos, em hospitais, segurança etc. Para criar oportunidade de emprego só há uma solução: INVESTIMENTO PÚBLICO. Isso pode ser feito se substituir a importação de óleo diesel, passando a utilizar biodiesel, o que criaria 30 milhões de empregos. Por outro lado, com um corte de 5% na Taxa SELIC o Governo deixaria de pagar 391 bilhões de reais de juros da dívida interna, que é de UM TRILHÃO E QUATROCENTOS BILHÕES DE REAIS. 391 bilhões de economia de juros é um valor 10 vezes maior do que o investimento em Saúde e que se fosse investido em Infra-estrutura criaria os empregos, junto com o programa do biodiesel, capaz oferecer trabalho para todo brasileiro.
2014-04-26T00:36:44-03:00
Formas de amenizar as diferentes exclusões sociais podem ser pensadas a partir de políticas públicas que visem diminuir as desigualdades de renda, a ampliação de oportunidades na formação educacional e capacitação profissional. Contudo, devemos ressaltar que a exclusão social não é apenas financeira, por isso, não depende apenas de educação formal e de equiparação salarial: racismo, machismo, homofobia, xenofobia geram exclusão social.  Por isso a importância no investimento em práticas que favoreçam a diminuição de perspectivas etnocêntricas (quando achamos que nossos valores e ideias são melhores e universais, desconsiderando a diversidade e pluralidade do mundo) gerando preconceitos e exclusão social, racial e étnica e a valorização da diversidade cultural.

1 5 1