Respostas

2014-04-28T16:38:37-03:00
O uso do trema, por exemplo, foi banido -
palavras como "consequência", "linguiça" e
"pinguim" não usam mais o sinal gráfico.
O uso dos acentos também mudou.
Palavras paroxítonas que antes eram acentuadas,
como "paranoia", "jiboia", não levam mais o
acento. A regra vale para ditongos abertos
terminados em "éi" e "ói".
Outra novidade é o fim do uso do acento
diferencial em palavras como "pára" (com o
significado de parar) e "para" (preposição"). Há
dois anos, a frase "protesto para a avenida
Paulista" não permite mais acento diferencial, por exemplo.,

Espero ter ajudado.
2014-04-28T17:00:40-03:00
O alfabeto passa a ter 26 letras.
Não se utiliza mais o trema, (sinal colocado sobre a letra u) em gue, gui, que ,qui.

Como fica: Aguentar
                 arguir
                bilíngue
                cinquenta
                delinquente[...]

Não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói. ( Palavras que têm acento tônico na penúltima sílaba)

Como era:                                               Como fica
Alcalóide                                                 Alcaloide
Alcatéia                                                  Alcateia
Andróide                                                 Androide
asteróide                                                 asteroide[...]

Não se usa mais o acento das palavras terminadas em êem e ôo.

Não se usa mais o acento que diferencia os pare: pára/para, péla/pela, pêlo/pelo, pólo/polo e pêra/pera.

Permanece o acento diferencial em pôr e por.

Não se usa o hífen (-) quando o prefixo termina em vogal com que se inicia o segundo elemento.

Não se usa o hífen quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por consoante diferente de r e s.

Com o prefixo sub, usa-se o hífen.
Com o prefixo vice, usa-se o hífen, assim como ex, sem, além, recém, pós, pré e pró.

1 4 1