Respostas

2014-04-28T19:00:38-03:00
HIPERTENSÃO ARTERIAL: Crise HipertensivaO que é?Crise hipertensiva é a elevação, repentina, rápida, severa, inapropriada e sintomática da pressão arterial, em pessoa normotensa ou hipertensa. Os órgãos alvo da crise hipertensiva são: os olhos, rins, coração e cérebro.A crise hipertensiva apresenta sinais e sintomas agudos de intensidade severa e grave com possibilidades de deterioração rápida dos órgãos alvo. Pode haver risco de vida potencial e imediato, pois os níveis tensionais estarão muito elevados, superiores a 110 mmHg de pressão arterial diastólica ou mínima.Como se desenvolve?A pressão arterial (PA) é igual ao volume de sangue (VS) que sai do coração vezes a resistência periférica que ele encontra ao circular pelo nosso organismo (PA= VS x RP).O volume de sangue que sai do coração não sofre grandes influências, a não ser em casos especiais de falência do órgão ou excesso de volume sangüíneo circulante. Assim, a maioria dos casos de hipertensão ocorre por alteração da resistência periférica.O aumento repentino da resistência periférica ocorre pela falta de regulação neurodinâmica dos mecanismos que regulam a pressão arterial.As situações patológicas que atuam sobre a resistência periférica podem ter inúmeras origens: 
 
neurológicas,vasculares,medicamentosas,drogas esecreção excessiva ou inapropriada de hormônios.O que se sente?A crise hipertensiva inicia repentinamente e a pessoa pode apresentar: 
 
sensação de mal-estaransiedade e agitaçãocefaléia severatonturaborramento da visãodor no peitotosse e falta de arA crise é acompanhada de sinais e sintomas em outros órgãos.