Respostas

2014-04-29T13:33:05-03:00
Desde que proclamou sua independência em 1776, Os EUA procuraram impor sua política e economia às demais nações do continente americano, esse domínio não se restringiu apenas à América, mas a outros continentes como a Ásia e a África, e com o mesmo objetivo imperialista: os EUA querem novos mercados...o rico Ouro Negro do Oriente Médio (Petróleo). 

Em 1823, os EUA estabeleceram uma política denominada Doutrina Monroe, que pregava a independência dos países da América em possíveis intervenções européias. O verdadeiro objetivo da doutrina Monroe era o domínio sobre os demais países americanos. O lema dessa doutrina era: A América para os americanos. Na era do Presidente Theodore Roosevelt foi mais longe com seu famoso “big stick” (grande porrete). Uma política externa que dava aos Eua direito de invadir e interferir politicamente países vizinhos para manter a ordem. 

Na verdade, o objetivo do "Big Stick” era evitar que os países da América Latina questionasse as decisões do governo norte americano. 

A política americana prosseguiu com seu objetivo de dominar cada vez mais as nações do mundo, e explorar os países fornecedores de matéria prima, como os diamantes da África, o petróleo do Oriente Médio, e a exploração de mão de obra barata em países da América Latina e a Ásia, África para trabalhar para as multinacionais americanas. 

No decorrer dos anos, o imperialismo norte americano se tornou sem limites e extremamente selvagem. Na atual administração de George Bush ele usa o lema: “O mundo para os americanos”. Isso fica claro com a posições unilaterais que o governo dos eua tomaram sem levar em conta os outros países e seus povos. Isso aconteceu com o tratado de Kyoto, a rio + 10 quando o governo norte americano afirmou que não ratificaria o protocolo de Kyoto para não prejudicar sua economia. E na rio + 10 eles nem compareceram. E outros tantos compromissos que foram desprezados. É para o bem dos americanos e sua economia. 

Com essa linha de governo a administração atual está prejudicando os próprios americanos com o ódio e a intolerância dos demais povos dos países do mundo. Isso ficou evidente nos ataques terroristas de 11/09/01. Quando terroristas sauditas usaram quatro aeronaves americanas. Duas se chocaram com o World Trade Center, uma no pentágono e outra caiu em Pittsburg. Os atentados terroristas foram um pretexto que os Eua estavam esperando para se apossar da única região que eles não tem um domínio absoluto o : Oriente Médio. Os EUA tomaram a decisão de sozinhos atacar o Iraque. 

Logo o Iraque que tem a segunda maior reserva petrolífera do mundo. A população iraquiana resiste bravamente aos bombardeios e ao massacre que os soldados americanos estão fazendo. Claro os iraquianos sabem, que os invasores querem colonizar seu país e escravizar seus filhos. Com o imperialismo, e tomar um bem que são deles: o petróleo. 

Ainda com a guerra em andamento, os Eua mostram sua estratégia suja de reconstruir o Iraque sem ajuda da ONU, e usar o petróleo para o custo, para o custo que os próprios americanos causaram!. É absurdo como o imperialismo norte americano ficou mais agressivo. Se os civis iraquianos representam uma ameaça para seu domínio expansionista, então os americanos não têm duvidas: Matem os civis, destruam sua cultura, derrubam seu presidente atirem nas suas crianças e suas mulheres. 

Mas a brutalidade do imperialismo norte americano, ficará marcada na história vergonhosa da humanidade, mesmo manipulando os fatos, a verdade será ensinada as crianças, aos adolescentes, aos adultos aos velhos. Todos são testemunhas do ato covarde do verdadeiro Império do Mal.