Estudamos um sociólogo cujo trabalho é considerado um dos mais importantes paradigmas para a interpretação sociológica da educação. Segundo este autor:“[...] A escola não seria uma instituição imparcial que, simplesmente, seleciona os mais talentosos a partir de critérios objetivos [...] essa instituição representa e cobra dos alunos, basicamente, os gostos, as crenças, as posturas e os valores dos grupos dominantes, dissimuladamente apresentados como cultura universal. A escola teria, assim, um papel ativo – ao definir seu currículo, seus métodos de ensino e suas formas de avaliação – no processo social de reprodução das desigualdades sociais. Mais do que isso, ela cumpriria o papel fundamental de legitimação dessas desigualdades, ao dissimular as bases sociais destas, convertendo-as em diferenças acadêmicas e cognitivas, relacionadas aos méritos e dons individuais.”(NOGUEIRA,C. & NOGUEIRA,M.A)

1

Respostas

2014-05-04T21:00:44-03:00
A RESPOSTA CORRETA É A Pierre Bourdieu
1 5 1